Beleza Extraordinária

Como combinar shampoo, condicionador e máscara de linhas diferentes

  • É possivel usar shampoo, condicionador e máscara de hidratação de linhas diferentes, mas é preciso que os efeitos se complementem
Tela cheia
Previous Next
É possivel usar shampoo, condicionador e máscara de hidratação de linhas diferentes, mas é preciso que os efeitos se complementem
  • É possivel usar shampoo, condicionador e máscara de hidratação de linhas diferentes, mas é preciso que os efeitos se complementem
  • Cuidados diários com os cabelos por Luciano Paiva

Com tantas opções de produtos para cabelos no mercado, pode ser difícil escolher um só para tratar dos fios. É preciso levar em consideração a textura do fio - fino, grosso, crespo - o tipo de madeixa e as necessidades específicas de cada uma: hidratação, brilho, volume e outras. Com vários fatores a serem considerados, pode surgir a dúvida na hora de escolher qual o produto mais indicado para tratar e conseguir os resultados desejados. Saiba como combinar os diferentes tipos de produtos com os tratamentos específicos que o seu cabelo precisa.

Combinando shampoo e condicionador de linhas diferentes

A cabeleireira Lidiane Silveira explica que o ideal é que as mulheres tenham duas opções de shampoo e condicionador, para intercalar a cada lavagem. A profissional ainda explica que esses produtos não precisam necessariamente ser da mesma linha, só precisam combinar entre si. Para a hairstylist, o segredo dessa combinação é fazer com que os produtos "conversem entre si": "É preciso que as fórmulas sigam a mesma 'linha de pensamento'. Por exemplo: quem usa shampoo para cabelo oleoso, não deve usar um condicionador muito hidratante pois o efeito do shampoo pode ser anulado. Evitar somar problemas também é recomendado. Os shampoos anticaspa, por sua vez, podem deixar os cabelos ressecados. Se combinados a um condicionador para cabelo oleoso, os fios podem ficar muito mais secos", explicou.

Para acertar na escolha dos produtos

O ideal, segundo a cabeleireira, é que o shampoo satisfaça a primeira necessidade do cabelo, ou seja, que combine com a textura e o tipo de fio: oleoso, seco, cacheado ou liso. Para o condicionador, deve-se levar em consideração a necessidade específica de cada um, isto é, se precisam de brilho, volume ou hidratação. A coloração é tratada nessa etapa porque enquanto o shampoo abre as cutículas dos fios, o condicionador as sela, mantendo a cor dentro da fibra capilar. Mas isso não significa que não seja necessário investir em shampoos para cabelos coloridos, porque eles evitam que os fios desbotem com rapidez, segurando o pigmento nas madeixas por mais tempo.

Máscaras hidratantes para potencializar o tratamento

Na finalização, a escolha vai pelo resultado ideal, porque na sua maioria, esses produtos só formam uma película nos fios capaz de moldá-los. É nessa etapa que é importante observar a textura, porque como a aplicação é sem enxague, o finalizador não vai afetar o cabelo a longo prazo, mas pode afetar sua qualidade ao longo do dia.

Apesar de não ser um tratamento diário, a importância das máscaras hidratantes é o de complementar a nutrição. Segundo Lidiane, é interessante procurar novos tipos de produto para não saturar e colocar a saúde dos fios em perigo. Por exemplo, quem já usa um shampoo e condicionador com ceramidas, pode investir em hidratações com micro-queratina, que também tratará mas madeixas, mas com princípios ativos diferentes.

Temas relacionados
Retoque de raiz:

Descubra qual é a sua cor de Magic Retouch!