Beleza Extraordinária

Como aliviar os sintomas da menopausa? Saiba mais sobre as vitaminas D e B12, que reduzem os desconfortos nesse período

  • Menopausa: confira as dicas de como aliviar sintomas como indisposição, mudanças de humor e pele ressecada (Foto: Shutterstock)
  • Expor-se ao sol sempre com protetor solar durante 5 a 15 minutos por dia também aumenta a produção de vitamina D, que é ideal na fase da menopausa (Foto: Instagram @fashiononthe4thfloor)
  • Aumentar o nível de vitamina D e B12 é uma dica valiosa para quem já começa a sentir os sintomas da menopausa porque elas melhoram a textura da pele e equilibram o sistema nervoso (Foto: Shutterstock)
Tela cheia
Previous Next
Menopausa: confira as dicas de como aliviar sintomas como indisposição, mudanças de humor e pele ressecada (Foto: Shutterstock)
  • Menopausa: confira as dicas de como aliviar sintomas como indisposição, mudanças de humor e pele ressecada (Foto: Shutterstock)
  • Expor-se ao sol sempre com protetor solar durante 5 a 15 minutos por dia também aumenta a produção de vitamina D, que é ideal na fase da menopausa (Foto: Instagram @fashiononthe4thfloor)
  • Aumentar o nível de vitamina D e B12 é uma dica valiosa para quem já começa a sentir os sintomas da menopausa porque elas melhoram a textura da pele e equilibram o sistema nervoso (Foto: Shutterstock)

O período da menopausa é conhecido pelas mudanças no corpo para a maioria das mulheres: ondas de calor, pele do rosto ressecada e opaca, ansiedade, alterações no peso, cabelos mais finos ou mais grossos, entre outras alterações costumam causar muito desconforto ainda na fase inicial, ou seja, na pré-menopausa. Mas, se você deseja passar de maneira mais leve por esse período, saiba que a maioria dos sintomas podem ser aliviados com alguns hábitos e costumes no dia a dia. Confira quais são!

Ingestão de vitaminas D e B12 pode começar ainda na pré-menopausa

É na fase da pré-menopausa, também chamada de climatério, que costuma acontecer entre os 48 e 55 anos, que os sintomas são muito mais nítidos, principalmente as ondas de calor inesperadas por causa da baixa hormonal. Nesse momento, é válido começar a ingestão de suplementos de vitaminas, mas sempre com a aprovação de um médico. As mais indicadas, geralmente, são as vitaminas D e B12, que fazem bem para a pele, ajudam a fortalecer os ossos e a controlar o sistema nervoso. Confira as vantagens de cada uma: 

Vitamina D: Na menopausa, um dos desconfortos é a pele levemente ressecada e opaca, e a vitamina D pode melhorar essa sensação e aparência, dando mais viço ao rosto e ao corpo. Além disso, ela também é vantajosa porque diminui o risco de osteoporose ajudar a sintetizar o cálcio, que é fundamental para a saúde dos ossos.

Vitamina B12: A vitamina B12 é benéfica de várias formas porque ajuda no sistema nervoso central, ou seja, ela melhora o nível de energia e a digestão, melhora a memória, faz bem ao coração, à pele e ao cabelo. 

Como conseguir aumentar o nível de vitamina D e B12 no período da menopausa?

Além de suplementos artificiais de vitamina, a boa notícia para as mulheres que estão nessa fase é que há maneiras práticas e simples de ingerir as vitaminas D e B12 no dia a dia, como na alimentação e também através do sol. A vitamina B12, por exemplo, pode ser encontrada nos frutos do mar, como lagosta e siri, e principalmente em peixes como truta, salmão e atum. Já a vitamina D é muito encontrada no leite e nos seus derivados, como o queijo branco, em peixes, ovos e bife de fígado. 

Outra forma prática de aumentar o nível de vitamina D no organismo é se expor ao sol de 5 a 15 minutinhos por dia: isso é vantajoso porque a vitamina D é produzida ao ser estimulada pelos raios ultravioleta B, mas é preciso sempre ter moderação! A dica é expor apenas braços ou pernas em horários seguros, ou seja, antes das 10h e depois das 15h - sem esquecer de aplicar o protetor solar.

Diminuir álcool e aumentar ingestão de frutas também melhoram os sintomas da menopausa

Outra dica valiosa para quem já está sentindo os sintomas da menopausa é diminuir a ingestão de álcool e aumentar o consumo de frutas, ao invés de doces, como o chocolate. Isso porque esses hábitos vão fazer o metabolismo - que já fica lento nessa fase - andar ainda mais devagar. As frituras e outros alimentos gordurosos também podem ser diminuídas na alimentação, porque a gordura corre o risco de se acumular ainda mais no corpo justamente por causa do metabolismo baixo, fazendo com que o desconforto seja maior. 

Redação: Beatriz Doblas

Temas relacionados
Skincare:

Como usar argila no rosto? Veja para que serve cada máscara facial

últimas matérias

Ver mais