Beleza Extraordinária

Combinando a roupa com o cabelo: aprenda a usar o contraste a seu favor

  • Emma Stone escolheu vestido salmão no Globo de Ouro, tom parecido ao de sua pele. A beleza loira se destaca com cores vibrantes, principalmente com o vermelho
  • Julianne Moore ficou mais vibrante com o contraste entre o ruivo e o vermelho. Peças do mesmo tom acabam "apagando" o look
  • Solange Knowles investiu no amarelo para deixar a pele os cabelos com mais destaque. Em Cannes, a cantora investiu em cor terrosa que não destacou seus fios nem tom de pele
  • Dois parecidos que fazem a difereça. Cores terrosas não destacam a pele das moças de cabelos castanhos castanhos
  • O branco ressalta o bronzeado e os fios escuros de Salma Hayek
  • A teoria do contraste também ajuda a harmonizar o visual. Emma Watson tem alto contraste, ao contrário de Scarlett Johansson, que tem baixo. Drew Barrymore tem médio contraste
  • O círculo cromático ajuda a encontrar a cor ideal para seu visual
Tela cheia
Previous Next
Emma Stone escolheu vestido salmão no Globo de Ouro, tom parecido ao de sua pele. A beleza loira se destaca com cores vibrantes, principalmente com o vermelho
  • Emma Stone escolheu vestido salmão no Globo de Ouro, tom parecido ao de sua pele. A beleza loira se destaca com cores vibrantes, principalmente com o vermelho
  • Julianne Moore ficou mais vibrante com o contraste entre o ruivo e o vermelho. Peças do mesmo tom acabam "apagando" o look
  • Solange Knowles investiu no amarelo para deixar a pele os cabelos com mais destaque. Em Cannes, a cantora investiu em cor terrosa que não destacou seus fios nem tom de pele
  • Dois parecidos que fazem a difereça. Cores terrosas não destacam a pele das moças de cabelos castanhos castanhos
  • O branco ressalta o bronzeado e os fios escuros de Salma Hayek
  • A teoria do contraste também ajuda a harmonizar o visual. Emma Watson tem alto contraste, ao contrário de Scarlett Johansson, que tem baixo. Drew Barrymore tem médio contraste
  • O círculo cromático ajuda a encontrar a cor ideal para seu visual

Já ouviu falar que morenas ficam ótimas de amarelo e que loiras arrasam de vermelho, mas não sabe o porquê? A teoria das cores tem tudo a ver com isso e, assim como o círculo cromático, ajuda as mulheres a escolher a melhor combinação entre cabelo, pele e roupa.

"Uma mudança de cabelo mexe no senso de personalidade"

Para o visagista Philip Hallawell, a escolha de tonalidades vem da experiência com o próprio guarda-roupa: "Não existe uma fórmula, é preciso ter sensibilidade com as cores e saber se sua pele é fria ou quente. Entender de cores intermediárias é um bônus", afirma. As cores intermediárias, no caso, são as de poder neutralizador. "O azul do jeans, por exemplo, neutraliza a cor fria e fica bem em praticamente todo mundo".

Apesar desse contraste ser analisado pela cor da pele, o cabelo pode interferir na escolha das roupas para quem fez uma transformação: "Uma mudança de cabelo, como ir do castanho ao loiro, mexe no senso de personalidade da pessoa", explicou Philip. Para seguir a teoria das cores, é preciso consultar o círculo de tonalidades e riscar uma linha reta a partir da cor dos cabelos. O resultado será uma escala com cores claras e escuras que irão harmonizar suas roupas com suas madeixas.

Loiras se destacam com cores vivas

Loiras precisam de contraste porque, com o tom das madeixas mais claras, elas parecem "apagadas". Entre as moças de cabelos dourados, a teoria das cores diz que o vermelho, preto, azul, verde e rosa criam um contraste que deixa a pele mais iluminada. O prata também é uma opção, porque tem fundo diferente do tom dos cabelos e deixa as mais clarinhas menos "branquelas". "As cores neutras, como bege e nude, devem ser evitadas porque apagam o visual", explicou o visagista.

Cabelos castanhos combinam com quase tudo

O tom discreto combina com diversas tonalidades. Os castanhos, mesmo com luzes, garantem combinações com tons pigmentados porque não "brigam" com as cores. Entre os preferidos das morenas estão o roxo, vermelho e azul. Já os tons terrosos devem ser evitados a todo custo, segundo Philip, porque deixam o look sem graça.

Cores como o amarelo precisam de uma análise mais profunda da cor da pele, porque combinam mais com peles quentes como a da maioria das negras e das morenas oliva. Além do amarelo, as peles mais escuras podem abusar das tonalidades cítricas, pois deixam o visual harmônico sem parecer over.

Ruivas brilham com o contraste

Mesmo com uma gama de cores que vai do vermelho ao cobre, todas as ruivas podem se jogar em cores contrastantes e fortes como o verde, o azul, o vermelho vivo e o dourado porque elas "acendem" a cor dos cabelos. O cuidado fica com cores próximas ao tom dos fios, que anulam o efeito independente da cor da pele.

Teoria do contraste ajuda a misturar peças de roupa

Se o visual vai além do vestido, macacão ou uma peça única, é hora de lançar mão da teoria dos contrastes para harmonizar as peças. Divididas entre os graus "Alto", "Médio" e "Baixo", ela explica que o contraste deve ser analisado de acordo com a cor do cabelo e a da pele. Pessoas com fios escuros, mas muito branquinhas, por exemplo, tem alto contraste e podem usar tranquilamente o preto e o branco em peças diferentes (como em uma camiseta e um cardigã) sem pesar o visual.

O médio contraste é o meio-termo entre os extremos, como uma morena de cabelo castanho-claro que deve usar escalas diferentes dos mesmos tons, como o areia e o chocolate. O nível mais baixo é encontrado quando a diferença entre as cores é praticamente nenhuma, como em loiras de pele muito clara ou negras de cabelo muito escuro. Para criar um visual harmônico para quem tem poucas distinções de tonalidade, o indicado é escolher uma cor neutra próxima ao tom principal, como um vestido rosa e um casaco branco ou bege.

Temas relacionados
Retoque de raiz:

Descubra qual é a sua cor de Magic Retouch!

últimas matérias

Ver mais