Beleza Extraordinária

Com fios curtinhos, Mia Farrow consagrou o estilo pixie na década de 1970

  • A atriz inspirou muitas mulheres de sua geração a diminuir o comprimentos fios
  • Mia Farrow eternizou o corte "pixie" criado por Vidal Seassoon em 1967
  • Mia em uma clássica cena de "O Bebê de Rosemary" (1968)
Tela cheia
Previous Next
A atriz inspirou muitas mulheres de sua geração a diminuir o comprimentos fios
  • A atriz inspirou muitas mulheres de sua geração a diminuir o comprimentos fios
  • Mia Farrow eternizou o corte "pixie" criado por Vidal Seassoon em 1967
  • Mia em uma clássica cena de "O Bebê de Rosemary" (1968)

Mia Farrow é uma daquelas mulheres de beleza estonteante e talento indiscutível. No final de 1968, foi convidada para interpretar o papel que consagrou sua carreira de atriz, a estrela de "O Bebê de Rosemary", de Roman Polanski. Com o fios bem curtinhos, no estilo joãozinho, o corte elaborado pelo famoso cabeleireiro Vidal Sassoon ganhou o nome de "pixie" e fez de Mia inspiração para uma geração de mulheres da sua época.

Cabelo icônico

A mudança radical da atriz foi realizada durante as gravações como Rosemary, que aconteceram em Londres em 1967. A atriz abandonou os fios longos e causou alvoroço ao surgir com o cabelo curtíssimo – o que não agradou nada o seu então marido, o cantor Frank Sinatra. Muitos boatos surgiram na época sobre o casamento com Sinatra ter sido abalado depois do corte. Segundo rumores, o cantor teria avisado a Mia que se ela cortasse os cabelos haveriam consequências. No entanto, Roman Polanski, diretor do longa, fez questão do novo visual e Mia decidiu fazer a mudança. Em seguida, o casamento de pouco mais de dois anos terminou, mas o corte continuou a influenciar mulheres por todo o mundo desde então.

O visual de Mia era de fios loiros bem baixos com uma tímida franja irregular, a qual Mia usava ora com fios puxados para a testa, ora penteados para o lado. Atualmente aos 68 anos, a ex-esposa do cineasta Woody Allen usa os cabelos loiros na altura do ombro, cacheados e com uma franja desfiada.

De Twiggy a Carey Mulligan

Ainda na década de 1960, o visual inspirou a modelo Twiggy a também arriscar nos fios mais práticos, com referência masculina. O estilo deu tão certo que voltou a ser tendência nos dias atuais. É usado por mulheres e celebridades do mundo inteiro, como as atrizes Michelle Williams, Charlize Theron e Taís Araujo.

Em 2010, a atriz da nova versão de "O Grande Gatsby", Carey Mulligan, também investiu no comprimento curtinho, mais uma vez, inspirado em Mia Farrow, que interpretou a mesma persongem de Carey (Daisy Buchanan) na primeira versão do filme.

Temas relacionados
Retoque de raiz:

Descubra qual é a sua cor de Magic Retouch!

últimas matérias

Ver mais