Beleza Extraordinária

Coloração ou luzes: qual maneira de mudar a cor dos fios é menos prejudicial?

  • As mulheres adoram mudar o visual, e uma das melhores maneiras de alterar a aparência é trocar a cor dos cabelos
Tela cheia
Previous Next
As mulheres adoram mudar o visual, e uma das melhores maneiras de alterar a aparência é trocar a cor dos cabelos

Mulheres adoram renovar o visual, e mudar a cor dos cabelos é uma das melhores opções para conquistar uma aparência diferente. Porém, na hora de escolher entre colorir totalmente os fios ou fazer apenas algumas mechas, a maioria fica na dúvida sobre o que é menos prejudicial. Enquanto a tinta muda as madeixas por completo , clarear os fios com luzes exige descoloração. Ambos têm prós e contras, por isso, o ideal é comparar os dois procedimentos para escolher qual a melhor técnica a ser adotada.

Colorir os fios garante mudança radical

Uma das principais causas de arrependimento após pintar os fios é a cor escolhida não surtir o efeito desejado. O resultado da coloração é único em cada mulher , pois os cabelos são diferentes uns dos outros, e revelam nuances diferentes. O fio pode absorver mais ou menos tinta ou "abrir" tonalidades mais claras, e em alguns casos, quando o produto é sem amônia, a cor pode simplesmente não "pegar". Para não passar por estes problemas, é fundamental observar a mudança de cor durante todo o processo, até chegar ao tom desejado.

Outro aspecto a ser considerado na hora de mudar completamente a cor dos cabelos é se o novo tom irá harmonizar com a pele. "Normalmente a cliente não consegue identificar nem atingir a coloração ideal para seu tom de pele, o que pode ocasionar descontentamento", comenta a hairstylist Neide Pereirah.

Se a mudança é feita em casa, o processo exige ainda mais atenção. Além de escolher a cor ideal, é importante avaliar se o produto é compatível com outras químicas já aplicadas nos fios, e se ele poderá causar algum tipo de alergia. Para isso, é necessário testar a tintura em uma mecha da nuca, onde será possível perceber a reação imediatamente. A tinta também pode causar irritação no couro cabeludo. Nestes casos, o ideal é suspender o uso do produto e procurar um dermatologista.

Processo de clareamento com emulsão reveladora é menos prejudicial que descoloração

Para conquistar uma nova tonalidade nos fios, é necessário misturar a tintura com a emulsão reveladora, que contém oxigênio, elemento que tem grande poder de oxidação. Ele clareia os pigmentos naturais ao penetrar na fibra capilar, separando as cutículas do cabelo e expulsando a melanina natural para dar espaço à nova cor. Porém, os cabelos ressecados tendem a segurar menos a coloração e desbotar mais rapidamente, porque quanto mais abertas as escamas das madeixas, mais fácil os pigmentos saem. No caso dos tonalizantes, os pigmentos se estabelecem ao redor do córtex capilar, área onde é definida a cor do cabelo, sendo eliminado após algumas lavagens.

Para fazer mechas é necessário descolorir os cabelos, processo agressivo que pode sacrificar a saúde dos fios, deixando-os ressecados, porosos e elásticos, devido a ação oxidante. "A descoloração retira a proteção da cutícula do fio, o que ocasiona a aparência danificada no cabelo", explica a profissional do salão Single Hair & Beauty. O procedimento abre as escamas do fio, e leva embora também a hidratação e os nutrientes que comprometem a maciez e o brilho dos cabelos, o que deixa as madeixas frágeis e quebradiças.

Processo de descoloração tem ação rápida e exige atenção

Para garantir um resultado uniforme, é necessário espalhar o produto igualmente em toda a parte do cabelo a ser clareada com cuidado para que não encoste em outras áreas e acompanhar o processo até chegar ao tom ideal. O pó descolorante, em conjunto com a amônia ou a água oxigenada, tem uma ação rápida, e se não houver atenção, os fios podem ficar manchados ou com tonalidades desiguais.

É possível clarear os fios em até cinco tons em apenas uma sessão de descoloração. Mas, para tal resultado, é necessário que os cabelos estejam saudáveis, não tenham recebido nenhuma química pesada anteriormente e não contenham tintura. Se a cor atingida em uma aplicação não for a ideal, é necessário um intervalo de pelo menos uma semana entre um processo e outro para que os fios sejam restaurados.

Pesando os prós e os contras de colorir as madeixas ou criar mechas para mudar o visual, a primeira opção leva vantagem em relação a ser menos prejudicial à saúde dos cabelos. O processo de descoloração tem a tendência de deixar os fios mais danificados, mas pode ser a opção ideal para quem não deseja uma mudança radical.
Temas relacionados
Canal de L'Oréal Paris

10 vídeos para você assistir enquanto espera a hidratação