Beleza Extraordinária

Colocar a mão no pote de creme? Usar anti rugas antes dos 25? 4 hábitos inofensivos que você pode parar de se preocupar

  • O ritual com a pele tem suas regras, mas nem tudo é tão complicado quanto parece. Entenda o que não é preciso mudar na hora de cuidar da saúde do rosto (Foto: Shutterstock)
  • A dermatologista garante: não é preciso mudar o que não vai interferir no resultado do tratamento (Foto: Shutterstock)
  • Descubra a verdade sobre alguns mitos e descomplique a sua rotina de cuidados com a pele (Foto: Shutterstock)
Tela cheia
Previous Next
O ritual com a pele tem suas regras, mas nem tudo é tão complicado quanto parece. Entenda o que não é preciso mudar na hora de cuidar da saúde do rosto (Foto: Shutterstock)
  • O ritual com a pele tem suas regras, mas nem tudo é tão complicado quanto parece. Entenda o que não é preciso mudar na hora de cuidar da saúde do rosto (Foto: Shutterstock)
  • A dermatologista garante: não é preciso mudar o que não vai interferir no resultado do tratamento (Foto: Shutterstock)
  • Descubra a verdade sobre alguns mitos e descomplique a sua rotina de cuidados com a pele (Foto: Shutterstock)

Quando se fala de cuidados com a pele do rosto, existem mitos e verdades bem específicos que podem confundir tanto as mais experientes quanto aquelas que estão começando a investir na beleza. Em geral, são frases que ouvimos - e até repetimos - sobre atitudes que devem ser evitadas por serem erradas ou até mesmo muito arriscadas. Mas será que são mesmo? Descubra a verdade sobre 4 hábitos inofensivos e que podem ser mantidos na rotina sem medo.

1. Usar cremes anti-rugas antes dos 25 anos faz o efeito contrário?

Com o passar do tempo, é inevitável que as marcas da idade comecem a aparecer! A preocupação, é claro, vem antes mesmo que as rugas apareçam no rosto, afinal de contas, é melhor prevenir do que remediar, certo?

O que dizem sobre isso: Se você tentou usar um produto anti-idade aos 20 anos, é bem provável que tenha sido aconselhada a esperar. O motivo? Ele poderia fazer com que as linhas de expressão tomassem conta do rosto antes da hora ou até causar espinhas e oleosidade excessiva.

O que é verdade: Nas palavras da dermatologista Ericka Aguiar, isso está longe de ser verdade. "Quanto mais cedo os cuidados forem iniciados, mais protegida e jovem a pele estará", ressalta a profissional. Segundo Ericka, o tempo de fato age gerando envelhecimento progressivo, mas o uso dos cremes ajuda a retardar os efeitos da idade. Além disso, muitos produtos anti-idade têm ativos, como o retinol, que ajudam no tratamento da acne e oleosidade da pele.

2. Produtos com mais de uma função prometem muito mas cumprem pouco?


Quem tem o dia mais corrido sempre prefere as opções que oferecem praticidade. Na hora de escolher os produtos para a pele do rosto, é normal que aqueles em que limpeza, hidratação e proteção estejam combinados em um só frasco sejam os preferidos, afinal de contas, a vantagem é dupla: economia no relógio e também no bolso.

O que dizem sobre isso: Em geral, o mais comum é ouvir que cosméticos que muito prometem, pouco cumprem. Inevitavelmente, uma das funções descritas não seria cumprida ou, até mesmo, todas apresentariam resultados pela metade.

O que é verdade: Como já se esperava, esse raciocínio não faz o menor sentido! "A soma de funções contribui para uma rotina de cuidados mais prática e rápida e não há mal nenhum nisso", reforça a dermatologista. O que importa, na verdade, é lembrar de optar pelo produto mais adequado ao seu tipo de pele

3. Tirar o creme diretamente do pote com o dedo contamina o produto?

Não é tão comum ter uma espátula sempre em mãos para conseguir retirar o creme de uma embalagem aberta sem tocar na fórmula. Seja um hidratante, gel ou qualquer outro cosmético, é muito mais simples colocar o dedo no pote e aplicar o produto diretamente no rosto!

O que dizem sobre isso: Esse hábito é um dos mais julgados e condenados pela maioria das pessoas, com a justificativa de que os dedos contaminariam todo o produto e prejudicariam as funções prometidas. Há até quem diga que o conteúdo fica comprometido por se tornar capaz de espalhar bactérias pelo rosto!

O que é verdade: Na verdade, não é preciso ter tanto medo, desde que as suas mãos estejam lavadas. Vale lembrar que micro-organismos de fato entram em contato com o produto, mas não é necessário jogar fora aquele creme novinho só porque você colocou os dedos. Se as suas mãos estavam limpas, não há perigo!

4. Os produtos anti-idade não fazem efeito se não forem aplicados com movimentos específicos?

De baixo pra cima, de cima pra baixo, movimentos circulares... São tantos detalhes que fica até difícil decorar qual é a forma certa de aplicar cremes anti-idade ou até mesmo outros cosméticos durante o ritual de beleza. Será mesmo que faz tanta diferença assim?

O que dizem sobre isso: Talvez você tenha sido orientada por uma amiga ou conhecida de para espalhar cada produto em um movimento específico para potencializar o resultado final. Aparentemente, é preciso impulsionar e direcionar a pele para que ela corresponda ao tratamento.

O que é verdade: Embora os movimentos específicos possam, sim, ajudar na rapidez da absorção dos produtos, eles não interferem na performance da fórmula. "O creme será absorvido e o efeito não será anulado se não for aplicado em movimentos específicos", explicou a dermatologista.

Temas relacionados
Água micelar:

como remover a maquiagem com o produto?