Beleza Extraordinária

Chapinha a vapor promete cabelos lisos mais rápido e com menos danos

  • Chapinha a vapor promete manter fios mais saudáveis e hidratados além de conseguir um liso mais rápido
Tela cheia
Previous Next
Chapinha a vapor promete manter fios mais saudáveis e hidratados além de conseguir um liso mais rápido

Em busca de um meio de conseguir fios lisos impecáveis diminuindo o efeito nocivo das altas temperaturas e do uso excessivo da ferramenta, algumas empresas lançam tecnologias que prometem aprimorar o procedimento e manter cabelos saudáveis. Depois do uso de íons, LED e infravermelhos, a nova aposta da indústria cosmética é a chapinha a vapor, que promete alisar as madeixas mais rápido e manter fios mais hidratados do que com uma piastra comum.

Alisamento mais rápido com vapor

O segredo deste tipo de prancha é o sistema de água e as placas, diferenciadas de outros modelos, que garantem uma distribuição uniforme do vapor no cabelo. Segundo a cabeleireira Aline Santanna, essa chapinha é indicada pois agride menos as mechas e repõe a água que evapora com o calor. "Temperaturas altas abrem as escamas da fibra capilar, o já que acontece com uma chapinha normal. Com as de vapor, a água que sai da prancha substitui a hidratação perdida, o que ajuda a manter fios saudáveis. Esse sistema ainda alisa o cabelo mais rápido porque "mantém" a textura durante a escovação, evitando que algumas partes fiquem ressecadas e mais difíceis de moldar. Normalmente passamos a chapinha algumas vezes na mecha para que ela fique lisa, porém com a prancha de vapor uma passada já é suficiente, dependendo do tipo de cabelo da cliente", contou a profissional.

Fora isso, o procedimento é o mesmo de um aparelho normal, que inclui o uso de protetor térmico antes da escovação e a retirada de umidade dos fios com o secador. Produtos com termoativos, que protegem e hidratam com fórmulas ativadas sob ação de altas temperaturas também podem ser usados para deixas as madeixas mais saudáveis.

Chapinha dura menos tempo com prancha a vapor?

Apesar de transformar os cabelos mais rápido, as chapinhas a vapor tem alguns pontos negativos. Segundo Aline, a ferramenta atualmente é mais usada por cabeleireiros, principalmente para etapas de alisamento e cauterização, onde o vapor também funciona para ajudar os ativos a penetrarem na fibra capilar. Além disso, por contar com chapas especiais e um compartimento para a água, a piastra é maior e mais pesada do que outras, o que também dificulta na finalizações de partes mais curtas do cabelo como a franja.

Para quem tem receio de que esse tipo alisamento possa durar menos tempo pela hidratação com vapor, Aline explica que o procedimento dura o mesmo período que com outros tipos de ferramentas, além de prevenir contra o frizz: "O cabelo não pesa e fica mais saudável. Fios secos têm mais frizz e com a hidratação do vapor as madeixas ficam lisas e sem arrepiados", contou a cabeleireira.

Temas relacionados
Cicatrização capilar:

o que é e por que apostar? Confira!