Beleza Extraordinária

Cauterização e botox capilar são a mesma coisa? Saiba mais sobre os dois tratamentos!

  • Entenda a diferença entre botox capilar e cauterização (Foto: Instagram @brittsully)
  • A cauterização reconstrói profundamente a fibra capilar para que o cabelo recupere massa e fique saudável (Foto: Instagram @goldennn_xo)
  • O botox capilar preenche as falhas do cabelo, reduzindo o volume e controlando o frizz (Foto: Instagram @lorealhair)
Tela cheia
Previous Next
Entenda a diferença entre botox capilar e cauterização (Foto: Instagram @brittsully)
  • Entenda a diferença entre botox capilar e cauterização (Foto: Instagram @brittsully)
  • A cauterização reconstrói profundamente a fibra capilar para que o cabelo recupere massa e fique saudável (Foto: Instagram @goldennn_xo)
  • O botox capilar preenche as falhas do cabelo, reduzindo o volume e controlando o frizz (Foto: Instagram @lorealhair)

Para ter um cabelo bonito e saudável, além das hidratações constantes, também é preciso investir em tratamentos mais profundos - como a cauterização e o botox. Feitas nos salões de cabeleireiro ou em casa, as duas técnicas ajudam a recuperar a fibra capilar de uma maneira ainda mais potente que a reconstrução. No entanto, engana-se quem pensa que uma pode ser substituída pela outra: existem diferenças importantes entre a função que cada uma exerce. Saiba mais detalhes!

Cauterização garante uma reconstrução profunda dos fios

Também conhecida como plástica dos fios, a cauterização capilar é indicada para recuperar cabelos que precisam de uma reconstrução profunda e gradual - seja por conta do ressecamento excessivo ou dos danos causados por procedimentos químicos, como colorações e alisamentos. 

Agindo de dentro para fora na fibra capilar, esse tratamento ajuda a repor a massa e devolve todos os nutrientes que o cabelo precisa para ficar fortalecido e saudável. E, no final do processo, ainda cria uma barreira protetora, que sela todos os componentes que foram entregues aos fios para que eles não percam suas vitaminas e proteínas. 

Sobre o procedimento: Contando com a ação da queratina - proteína que compõe mais de 90% da fibra capilar -, a cauterização pode ser feita de duas maneiras: com a necessidade do calor da chapinha no final do procedimento; ou a frio, com máscaras que tenham componentes que sejam capazes de atuar nos fios secos ou molhados. 

Botox preenche as falhas da fibra capilar 

Não é por acaso que o botox capilar recebeu esse nome: ele foi chamado assim por entregar resultados parecidos com o procedimento facial! Ou seja, da mesma maneira que acontece no tratamento da pele, se caracteriza por deixar o cabelo mais jovem por preencher todas as falhas da fibra. 

Assim como a cauterização, o botox também funciona como um tratamento reconstrutor. No entanto, se diferencia da primeira por entregar um resultado imediato através do preenchimento das partes que estão danificadas no cimento intercelular do cabelo - que é o responsável por garantir a ligação da medula e do córtex.

Em geral, madeixas que estão desgastadas por agentes externos, com muito frizz e volume excessivo, são as que mais encontram benefícios no tratamento. O motivo é o fato da raiz e as pontas ganharem a mesma espessura por conta desse preenchimento - o que faz com que as pontas duplas e os fios arrepiados sejam eliminados, e o aspecto armado passe a ser controlado. 

Sobre o procedimento: Por se tratar de uma técnica mais detalhada, o ideal é fazer o botox capilar com um profissional de confiança, que contará com a fonte de calor da chapinha e do secador para fixar o produto e deixar a cutícula do cabelo bem selada por alguns meses. 

Redação: Nívia Passos

Temas relacionados
Cicatrização capilar:

o que é e por que apostar? Confira!