Beleza Extraordinária

Cabelos porosos? Aprenda a identificar o nível de porosidade e saiba os cuidados necessários para tratar os fios

  • É preciso identificar o nível de porosidade do cabelo para saber qual o tratamento mais indicado para os fios
Tela cheia
Previous Next
É preciso identificar o nível de porosidade do cabelo para saber qual o tratamento mais indicado para os fios

Os cabelos são um dos maiores artifícios de beleza das mulheres, por isso, quando os fios ficam danificados é o momento de repensar os cuidados. Madeixas secas, com excesso de frizz ou dificuldade de absorver os produtos, pode ser sinal de porosidade, que nada mais é que capacidade - ou incapacidade - que os fios de cabelo têm de absorver líquidos ou umidade. Mas a boa notícia é que nem tudo está perdido: recorrendo aos produtos e tratamentos certos, é possível mudar esse cenário e apresentar madeixas mais saudáveis e bonitas. Confira as principais dicas para começar já com os cuidados!

Teste rápido com copo d'água revela o nível de porosidade do cabelo 

Na maioria dos casos, a porosidade natural dos cabelos é de origem genética, mas fatores externos - como procedimentos químicos e a poluição ambiental, por exemplo - também podem influenciar e causar alterações nos fios. Antes de mais nada, para obter bons resultados recorrendo aos tratamentos certos, é necessário identificar qual o nível de porosidade do cabelo. Para os especialistas, o ideal é que haja um equilíbrio - cabelos nem muito e nem pouco porosos - mas como conseguir identificar esse grau?

Ao contrário do que muita gente pensa, conseguir essa resposta é mais simples do que parece: você só vai precisar de um copo d'água em temperatura ambiente e um fio de cabelo bem limpinho, sem nenhum produto; e, depois, com os dois em mãos, basta mergulhar o fiozinho no copo e aguardar até uns 10 minutos antes de observar o resultado. Dentre as possibilidades, estão as seguintes: cabelo flutuando na água, que indica baixa porosidade; no meio do copo, porosidade normal; e, no fundo, alto grau de porosidade. Pronto!Se o seu resultado não for o da porosidade normal e equilibrada, é hora de conhecer os melhores cuidados para recuperar a saúde dos fios. 

Reconstrução para fios altamente porosos e hidratação para os de porosidade baixa

Cabelos com alta porosidade são os mais problemáticos e mais fáceis de serem identificados, antes mesmo do teste do copo d'água, por causa da aparência mais ressecada e do frizz. Neles, as cutículas estão levantadas ou danificadas - e, por isso, ao mesmo tempo que conseguem absorver a umidade rapidamente, também a liberam com maior facilidade. Frágeis, eles também são mais suscetíveis a danos e quebras. Para tratar da maneira correta, a dica é investir em cremes reconstrutores ricos em proteínas para repor a massa perdida e um bom condicionador e leave-in para garantir a aparência hidratada. Outra medida importante é enxaguar os fios com água fria para ajudar a selar as cutículas. 

Já para as madeixas que apresentam baixa porosidade - e que, diferente dos altamente porosos, demoram muito mais tempo para secar - o problema maior está no acúmulo de produtos e na dificuldade de absorver a hidratação. Nestes, a recomendação principal é evitar produtos que tenham proteínas - já que este ingrediente se apresenta em excesso nesse tipo de fio - e investir em bastante hidratação e tratamentos com óleos capilares. Na hora de lavar os cabelos, o segredo é começar com uma ducha morna para abrir as cutículas e, depois, usar a fria para garantir que elas fiquem fechadas e retenham a água devolvida pela hidratação. 

Temas relacionados
Skincare:

Como usar argila no rosto? Veja para que serve cada máscara facial

últimas matérias

Ver mais