Beleza Extraordinária

Cabelos crespos podem usar cor fantasia? Tire suas dúvidas

  • Cabelos crespos precisam de ainda mais cuidados na hora de receber as cores fantasia
Tela cheia
Previous Next
Cabelos crespos precisam de ainda mais cuidados na hora de receber as cores fantasia

Se antes eram restritas ao tapete vermelho ou palcos de apresentações, agora os cabelos coloridos já mostraram que vieram pra ficar e estão ganhando também as ruas. Denominadas "cores fantasia", tons como rosa, azul, verde e roxo adicionam um toque a mais de diversão e personalidade aos looks, inspiração perfeita para aquelas que querem inovar nas madeixas.

As donas de cabelos crespos, porém, ainda guardam alguns receios na hora de adotar as tonalidades, já que os caracóis são mais sensíveis e podem acabar danificados com a coloração. "Cabelos ondulados, cacheados ou crespos não precisam ficar de fora da tendência de cor fantasia, basta para cada desejo e ondulação trabalhar a descoloração de forma apropriada e escolher o tom fantasia que é possível alcançar para cada cabelo", afirmou o cabeleireiro Fernando Paolo, especialista em cabelo crespo do Studio Fernando Fernandes. Entenda os riscos e saiba como tratar os fios crespos com cor fantasia.

Cuidados com os cabelos antes de colorir

Característica já notada pelas donas de cabelos crespos, os fios encaracolados costumam ser mais frágeis e sensíveis. O que acontece é que quanto mais crespo um cabelo é, significa que ele possui menos camadas cuticulares, o que o deixa mais fino e possibilita a quebra. O formato dos caracóis também pode ser um grande vilão para a hidratação capilar. "Por não ser uma haste lisa, o sebo que é produzido pelo couro cabeludo não percorre o fio de cabelo. Por isso, quanto mais crespo este cabelo for também será mais seco", explicou o hairstylist Fernando Paolo.

Como o fio crespo não consegue carregar os nutrientes naturais até a ponta, é indispensável dar atenção extra com hidratações caseiras ou no salão, além de manter o corte no intervalo de 60 a 90 dias. Procurar produtos específicos para o tipo de cabelo também vai ajudar a tratar o fio da raiz até as pontas, deixando-o mais forte e resistente antes da coloração.

Avaliar os cabelos é essencial para sucesso da cor fantasia

Com os cabelos já bem tratados e fortes, é possível investir nas cores fantasia para entrar de vez na tendência da temporada. Antes de escolher a tonalidade, vale contar com a ajuda de um profissional especializado para avaliar as madeixas que irão receber a química. "Após a avaliação do cabelo e conhecimento do histórico, vale fazer um teste de mecha teste para observar o tempo de clareamento e até quantos tons pode abrir sem perder forma e qualidade de fio. Só então poderemos avaliar se o tom fantasia será quente ou frio", explicou o especialista Fernando Paolo.

Antes de escolher a cor que pretende exibir nas madeixas, é importante avaliar o tipo de clareamento que o fio permite, de acordo com o tom de fundo e saúde dos cabelos. "Clareamento para tons amarelos dará a possibilidade de tons fantasia mais quentes, clareamento platinado dará a possibilidade de tons fantasia mais frios", ensinou o cabeleireiro.

Cuidados após a coloração

Como acontece com todo procedimento químico, o cabelo crespo irá precisar de ainda mais cuidados após receber a cor fantasia. Os produtos que serão utilizados durante o banho, como o shampoo e o condicionador, devem ser adequados para o tipo de cabelo (ondulado, cacheado ou crespo), já que estes terão os nutrientes necessários para cada fio. Apostar em hidratações semanais também é indispensável para manter a saúde das madeixas coloridas. Já o retoque dos cabelos pode ocorrer em média de 45 a 60 dias, dependendo do crescimento do fio. O tempo é ideal para evitar que a madeixa sensível seja sobrecarregada com a coloração.

Temas relacionados
Canal de L'Oréal Paris

10 vídeos para você assistir enquanto espera a hidratação