Beleza Extraordinária

Cabelo danificado por química: o que fazer para recuperar os fios, da hidratação profunda à reconstrução capilar

  • Descubra qual é o melhor tipo de tratamento para cabelos com química, sejam eles coloridos ou alisados (Foto: Instagram @sarahangius)
  • Para quem colore os cabelos, a hidratação com máscaras de tratamento com ação  impermeabilizante é uma boa alternativa  (Foto: Instagram @simplybiancaalexa)
  • Para quem aposta nas escovas de alisamento, o primeiro tratamento indicado é a hidratação com cicatri-ceramida ou queratina (Foto: Pixelformula)
Tela cheia
Previous Next
Descubra qual é o melhor tipo de tratamento para cabelos com química, sejam eles coloridos ou alisados (Foto: Instagram @sarahangius)
  • Descubra qual é o melhor tipo de tratamento para cabelos com química, sejam eles coloridos ou alisados (Foto: Instagram @sarahangius)
  • Para quem colore os cabelos, a hidratação com máscaras de tratamento com ação  impermeabilizante é uma boa alternativa  (Foto: Instagram @simplybiancaalexa)
  • Para quem aposta nas escovas de alisamento, o primeiro tratamento indicado é a hidratação com cicatri-ceramida ou queratina (Foto: Pixelformula)

Quem faz coloração ou alisa os cabelos com escova progressiva sabe o quanto esses processos químicos agridem os fios. Por mais que o visual fique incrível, muitas vezes os cuidados não são os mais adequados e o interior dos cabelos acaba por ficar danificado, deixando os fios com aspecto ressecado, elástico e quebradiço ao longo do tempo. Hoje em dia, existe uma enorme variedade de tratamentos para recuperar a saúde das madeixas, mas você sabe qual o melhor e mais indicado para o seu cabelo? Confira os detalhes e descubra! 

Hidratação com creme ou óleo é o principal tratamento para cabelos danificados

Para entender qual é o melhor tratamento para cabelos danificados é preciso conhecer o motivo dos danos capilares. O primeiro e o principal deles é a falta de água: é ela que mantém a cutícula dos cabelos saudáveis, junto a outros nutrientes e proteínas. Quando a água é retirada por processos químicos, o fio fica exposto e não consegue absorver tudo o que precisa. É por isso que a hidratação é o principal tratamento na hora de recuperar os fios, e a vantagem é que ela pode ser feita em casa e de várias maneiras. Veja a mais indicada para o seu tipo de cabelo: 

Hidratação com máscara: As máscaras de tratamento já são conhecidas antigas das mulheres por ajudarem a recuperar de forma intensa e rápida o brilho, a maciez e o aspecto sedoso dos cabelos. A dica é escolher as que têm queratina, ceramidas ou colágeno em sua fórmula, além das máscaras com ação impermeabilizante para reter a água dos cabelos coloridos. A vantagem da máscara é que os nutrientes conseguem penetrar nas fibras capilares sem precisar de ferramentas de calor. 

Hidratação com óleo capilar: Também chamada de umectação, a hidratação com óleo capilar pode ser feita em casa e recupera o brilho e a maciez de qualquer tipo de cabelo, além de retirar o frizz. Quando aplicado em todo o comprimento dos fios, ele consegue introduzir os nutrientes ao mesmo tempo em que retém a água nas cutículas. Basta aplicar nos cabelos secos, deixar agir por cerca de 2 horas e lavar como de costume. 

Reconstrução e cauterização também ajudam na hidratação dos cabelos

Quem costuma fazer químicas fortes e acaba ficando com os cabelos mega danificados, a ponto de só hidratação não surtir efeito, também pode apostar em outros tratamentos como reconstrução, cauterização. Confira os detalhes de cada uma:

Reconstrução: A reconstrução capilar também pode ser feita em casa e com máscaras de tratamento, e a diferença é apenas o tipo de nutriente usado. Para reconstruir os cabelos, os mais indicados são a arginina ou uma quantidade mais intensa de queratina.

Cauterização: Também chamada de plástica dos fios, a cauterização repõe a queratina de forma ainda mais intensa, combinada com vitaminas e outras proteínas, e é ideal para os cabelos que estão extremamente secos e quebradiços. Basicamente, ela preenche os poros das fibras e cria uma película seladora ao redor das cutículas abertas, fechando-as para que os nutrientes não sejam removidos com a ação do vento ou da poluição, além da chapinha e do secador.

Produtos favoritos
Temas relacionados
Cicatrização capilar:

o que é e por que apostar? Confira!