Beleza Extraordinária

Bolinhas na testa: o que podem ser as erupções que aparecem nesta região? Descubra!

  • As bolinhas e espinhas na testa podem ser diferentes problemas: conheça alguns deles e formas de prevenção e tratamento aqui (Foto: Instagram @sazan)
Tela cheia
Previous Next
As bolinhas e espinhas na testa podem ser diferentes problemas: conheça alguns deles e formas de prevenção e tratamento aqui (Foto: Instagram @sazan)

Espinhas na testa, bolinhas no rosto, cravos e carocinhos em geral são os principais inimigos de quem busca a pele perfeita. Mesmo que você seja super cuidadosa, esses pequenos problemas podem acontecer e são motivo suficiente para uma preocupação extra ou para mudar a rotina de beleza. Geralmente, todos as versões de bolinha no rosto são confundidas com acne, mas também podem estar ligadas a outros fatores, como o clima e a sensibilidade da pele. O Beleza Extraordinária conversou com a dermatologista Mariana Marteleto e ela explicou um pouco sobre essas condições. Confira! 

Bolinhas e espinhas na testa: o que são e por que elas aparecem?

Pode ficar tranquila: na maioria dos casos, as bolinhas na testa não são suficientes para gerar preocupação. Alguns desses carocinhos no rosto podem ser prevenidos com cuidados específicos enquanto outros, muito comuns, desaparecem com o tempo. Nesses casos, você só precisa manter a rotina básica de cuidados com a pele do rosto, limpando, hidratando, tonificando e protegendo do sol. 

"Cada patologia tem uma origem diferente, e nem todas podem ser evitadas", contou Mariana. "O ideal para as bolinhas na testa é fazer limpeza de pele com um profissional de estética com frequência e à medida que aparecem, para a extração das lesões assim que surgirem", ela adicionou. Veja, aqui embaixo, mais detalhes sobre os diferentes tipos de caroço na testa.

Acne na testa pode ser prevenida com facilidade em alguns casos

Espinhas e cravos na testa são muito comuns dependendo da fase da vida, do tipo de pele e dos hormônios da pessoa que passa pelo problema. Essas erupções consistem em inflamações de sebo na derme e, por isso, quem tem a tendência à acne deve buscar a prevenção com uma limpeza profunda e regular aliada à proteção solar e à hidratação — mesmo se você tem a pele oleosa ou mista. Em casos mais sérios e intensos, quando a prevenção simples não é suficiente, busque a ajuda de um dermatologista para avaliar a necessidade de tratamento com medicamentos ou ácidos.

A acne na testa também pode aparecer depois de longos períodos de exposição ao sol: é a acne solar. Testa, queixo, nariz, peito e costas costumam ser os principais locais em que ela aparece. Ela é causada pelo ressecamento e pela produção de oleosidade excessiva na pele exposta à ação solar sem proteção por muito tempo. O tratamento é o mesmo dos casos leves de acne comum: uma rotina de limpeza regrada, hidratante à base d’água, protetor solar com fórmula oil-free e produtos de ação secativa e localizada para as espinhas. 

Mesmo que você se pergunte como tirar espinhas da testa sempre que passa pelo problema, vale lembrar que o tratamento é a melhor solução. Tanto nos casos de acne solar, quanto nos de acne comum, é necessário que evitar espremer as espinhas para não piorar a inflamação e causar marcas permanentes no rosto.

Tela cheia
Previous Next
A limpeza de pele é essencial na prevenção das bolinhas na testa

Milium na testa pode ser confundido com acne, mas é diferente

Como a acne é uma questão muito comum, muita gente confunde qualquer tipo de carocinhos no rosto, tipo espinha, com ela. Esse é, justamente, o caso do milium e Mariana nos ajudou a desfazer a confusão: “os miliuns são pequenos cistos de queratina que apresentam coloração esbranquiçada e podem ser múltiplos. Geralmente, derivam de uma porção interna do pelo e acontecem de forma espontânea”. Ou seja: as bolinhas de milium não são um tipo de cravo

O milium na testa pode ter diferentes causas, mas a parte boa é que os casos mais simples somem com o tempo e podem ser prevenidos com uma rotina de limpeza regular com produtos adequados para o seu tipo de pele. Se ele demorar muito a sumir ou te incomodar, você pode buscar a ajuda de um dermatologista para diagnóstico das causas e tratamento ou buscar um esteticista para a extração. O milium não pode ser extraído em casa, ok?

A miliária, também conhecida como brotoeja, é um tipo de bolinha no rosto comum em locais quentes e úmidos

Super comum no Brasil e em outros países com clima quente e úmido, a brotoeja acontece por conta do calor que gera o suor em excesso em algumas situações. As bolinhas na testa, no pescoço, axilas, tronco e dobras da pele acontecem por causa do entupimento de poros que impedem a saída do suor. Geralmente, não se expor a situações que podem causar sudorese abundante e evitar o uso de agasalhos em excesso nesses dias é suficiente para evitar o problema. 

A ardência e o incômodo da miliária costumam aliviar depois que você toma um banho gelado e vai para um ambiente mais fresco. Nesse momento, é necessário limpar bem a pele e evitar o uso de produtos à base de óleo. Caso a irritação fique mais aguda, é necessário buscar ajuda do dermatologista. 

A bolinha no rosto causada pela dermatite de contato também não costuma ser perigosa

Quando as bolinhas na testa aparecerem depois do uso de algum produto cosmético que você não tem o costume de usar ou que possa estar vencido, geralmente, é a dermatite de contato. Esse tipo de problema acontece depois da irritação causada por algum agente externo e pode acontecer no corpo todo, mas na região do rosto, geralmente, está ligada a produtos aplicados diretamente na pele. 

“A dermatite é uma reação alérgica que é associada à coceira. Para tratar, é essencial suspender o uso do produto causador e, em alguns casos, investir em cremes com corticóides por prescrição médica”, explica Mariana. Isso quer dizer que em casos mais intenso de dermatite, em que a coceira demora muito para aliviar ou passar completamente, é necessário consultar o seu dermatologista. 

Diferentes tipos de alergia também podem causar bolinhas no rosto

Muita gente confunde as bolinhas na testa causadas por dermatite com a alergia, mas enquanto a dermatite acontece depois do contato direto de algum produto com a pele irritada, no caso das alergias as bolinhas no rosto são sintomas. Elas podem ser causadas por alguma intolerância alimentar, medicamentosa ou pelo contato com outros tipos de gatilho para a alergia, como ácaros, pelos de animais e poeira. As bolinhas podem aparecer depois do primeiro contato com o elemento causador ou depois de um tempo, o que dificulta a identificação. 

Dependendo do seu organismo, a crise alérgica vem acompanhada de outros sintomas como coceira, vermelhidão e, em casos mais extremos, o fechamento da glote. Por isso, mesmo os quadros mais leves de alergia devem ser acompanhados com o dermatologista e o alergista para que a piora do quadro seja evitada. 

As picadas de inseto também podem ser a causa de bolinhas na testa

Alguns insetos, como formigas, mosquitos e pernilongos, têm picadas que podem ser a causa de erupções avermelhadas que se alastram por uma área maior que a do local mordido. Além disso, quem tem alergia às picadas desses animais também pode apresentar vermelhidão, coceira, bolinhas na testa e em outros locais do corpo depois do contato com o animal.

No primeiro caso, a irritação deve sumir em algumas horas, mas quando o problema é uma reação alérgica, o uso de medicamentos prescritos pelo médico pode ser necessário para aliviar os sintomas. 

Redação: Ariel Cristina Borges

Publicada em: 10/03/2017
Atualizada em: 27/07/2020

 

Temas relacionados
Canal de L'Oréal Paris

10 vídeos para você assistir enquanto espera a hidratação