Beleza Extraordinária

Bolinhas na região dos olhos: o que pode ser? Saiba como tratar e remover os caroços

  • Saiba o que fazer para tratar as bolinhas em volta dos olhos da maneira certa (Foto: Shutterstock)
  • As bolinhas ao redor dos olhos podem ser causadas por conta de alterações nos níveis de colesterol (Foto: Shutterstock)
  • É preciso consultar um dermatologista para entender o motivo das bolinhas brancas aparecerem no rosto e descobrir qual é o melhor tratamento para o caso (Foto: Shutterstock)
Tela cheia
Previous Next
Saiba o que fazer para tratar as bolinhas em volta dos olhos da maneira certa (Foto: Shutterstock)
  • Saiba o que fazer para tratar as bolinhas em volta dos olhos da maneira certa (Foto: Shutterstock)
  • As bolinhas ao redor dos olhos podem ser causadas por conta de alterações nos níveis de colesterol (Foto: Shutterstock)
  • É preciso consultar um dermatologista para entender o motivo das bolinhas brancas aparecerem no rosto e descobrir qual é o melhor tratamento para o caso (Foto: Shutterstock)

Se bolinhas esbranquiçadas, amareladas ou da cor da pele aparecem em volta dos olhos, maçãs do rosto e bochechas, é importante tratar a situação da maneira certa - e tudo começa entendendo que esse problema não tem nada a ver com a acne, viu?

Diferente dos cravos e espinhas - que saem facilmente ao serem espremidos -, essas pequenas erupções na pele são mais durinhas e resistentes, necessitando de uma intervenção mais específica de acordo com o diagnóstico. Quer saber o que elas podem significar? Continue lendo a matéria e descubra!

Bolinhas ao redor dos olhos podem significar milium, siringoma ou xantelasma

Siringoma: são bolinhas sem conteúdo ou secreção, geralmente da mesma cor da pele. É um tipo de tumor benigno, inofensivo e causado pelo aglomerado de ductos das glândulas sudoríparas - aquelas que produzem o suor. O problema pode ser hereditário, é bem mais recorrente em mulheres e pode ser tratado com laser, cirurgia ou cauterização.

Milium: diferente do siringoma, o milium possui conteúdo amarelado ou esbranquiçado no seu interior. Ele é causado pelo excesso de queratina e células mortas nos poros, e pode aparecer ao redor dos olhos e também nas partes íntimas. Sua retirada pode ser feita durante limpezas de pele, mas sempre com a ajuda de uma pequena agulha - uma vez que ele não consegue ser espremido.

Xantelasma: caracterizada por bolinhas amareladas que aparecem no canto interno dos olhos, bem próximo às pálpebras, o xantelasma pode ter relação com os níveis de colesterol muito altos no organismo. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, tamanho e localização da erupção são os principais fatores que determinam o risco de cicatriz após a remoção.

Apenas profissionais capacitados podem fazer a remoção das bolinhas na pele do rosto

É importante reforçar que espremer não é a solução e, por isso, a remoção das bolinhas em volta do olhos (independentemente do tipo) precisa ser feita por um médico dermatologista - no caso do xantelasma e siringoma - ou profissional esteticista - no caso do milium.

O motivo é porque, em todos os quadros, é importante fazer a diferenciação exata e, assim, não ter dúvidas de qual será a melhor abordagem para tratar o problema estético, seja por meio de cirurgias ou intervenções rápidas, como a cauterização e uso de ácido.

Camuflagem das bolinhas pode ser feita com a ajuda de protetor solar com cor ou BB cream

Enquanto a situação não é tratada, uma boa alternativa para cuidar e uniformizar a pele é apostar diariamente no uso do protetor solar com cor ou no BB cream. Esses dois produtos conseguem disfarçar bastante a aparência das bolinhas justamente por igualarem o tom da pele em todo o rosto, criando uma camada aveludada anti-brilho e de acabamento natural. Basta escolher o tom mais próximo ao da sua pele e aproveitar esse aliado!

Redação: Raquel Carletto

Temas relacionados
Cabelos danificados têm solução?

Descubra qual é o melhor shampoo para esse problema

últimas matérias

Ver mais