Beleza Extraordinária

Aprenda a combater o "efeito rebote" e conquiste uma pele de bebê

  • Lavar o rosto em excesso pode provocar o "efeito rebote" e aumentar ainda mais a oleosidade da pele
Tela cheia
Previous Next
Lavar o rosto em excesso pode provocar o "efeito rebote" e aumentar ainda mais a oleosidade da pele

Quem não sonha em conquistar uma pele de bebê, sempre hidratada e livre de oleosidade durante todo o dia? É na busca pela cútis perfeita que muitas mulheres tomam atitudes simples, que parecem melhorar o aspecto oleoso mas que, na verdade, podem ser os verdadeiros vilões da pele bonita. Lavar o rosto muitas vezes ao dia , por exemplo, gera o conhecido "efeito rebote", que traz de volta todo o óleo que foi retirado com água e sabonete. A boa notícia é que mudando alguns hábitos diários, é possível reverter o visual brilhoso.

Tratamento em excesso pode causar "efeito rebote"

Muitas vezes é inevitável a vontade de lavar o rosto assim que a oleosidade da pele é percebida, mas água em abundância pode na verdade causar o efeito contrário ao desejado. Para a dermatologista Renata Marques, da Clínica Dicorp, o famoso efeito rebote "ocorre nas peles oleosas quando usamos produtos que retiram de maneira excessiva o sebo cutâneo, que serve como hidratação e proteção. Com isso, de modo compensatório, a pele produz mais óleo para evitar o ressecamento e manter a proteção".

Para a especialista, qualquer método abrasivo em excesso, até mesmo a água, pode retirar essa proteção que a pele naturalmente produz e, consequentemente, ocasionar o "efeito rebote", podendo aumentar a oleosidade da pele. A dermatologista Paula Bellotti indica que "o ideal é lavar o rosto pela manhã e à noite ou, no máximo, três vezes ao dia". Lavar e tonificar a pele antes de dormir pode fazer parte do seu ritual noturno de beleza .

Aprenda a tratar a oleosidade e conquiste uma pele de bebê

Engana-se quem pensa que pele oleosa não precisa ser hidratada. Produtos em gel, sérum ou loção são os mais indicados. "Existem cremes hidratantes específicos para a pele oleosa, chamados seboreguladores, que auxiliam no controle da oleosidade sem irritar e ressecar demais a pele", explicou a dermatologista Paula Bellotti.

A especialista explicou ainda que os produtos ideias vão variar de acordo com a idade: "se for uma pele jovem, um hidratante seboregulador e, se tiver um pouco de acne e obstrução de poros, algum medicamento que combata esses problemas. Já se for uma pele mais madura, vale usar algum ácido com formulação também livre de óleo".

As dermatologistas afirmam que além de todos os cuidados específicos para a pele oleosa ou mista, o protetor solar é indispensável . Neste caso, vale aplicar um produto com textura matificante (que camufla o brilho). Ao longo do dia, lencinhos específicos para controlar a oleosidade podem ajudar as mais ansiosas a "secar" a pele sem contribuir para efeitos indesejados.

Temas relacionados
Cabelos danificados têm solução?

Descubra qual é o melhor shampoo para esse problema

últimas matérias

Ver mais