Beleza Extraordinária

Aposte em penteados dos anos 1920 para ocasiões formais

  • O corte chanel é o maior clássico da década de 1920.
  • O coque dos anos 1920 é arrumadinho e com risca.
  • As ondas são marcadas e bem definidas, principalmente nos fios mais curtos.
  • Os coques laterais eram usados com franjas onduladas rente ao rosto.
  • O chanel curto e cacheado fez sucesso na época.
  • A franja acompanhava o Chanel tradicional na altura das orelhas.
Tela cheia
Previous Next
O corte chanel é o maior clássico da década de 1920.
  • O corte chanel é o maior clássico da década de 1920.
  • O coque dos anos 1920 é arrumadinho e com risca.
  • As ondas são marcadas e bem definidas, principalmente nos fios mais curtos.
  • Os coques laterais eram usados com franjas onduladas rente ao rosto.
  • O chanel curto e cacheado fez sucesso na época.
  • A franja acompanhava o Chanel tradicional na altura das orelhas.

A década de 1920 viveu uma transformação social, principalmente no que dizia respeito à mudança cultural para as mulheres que almejavam independência. Todos os comprimentos foram encurtados, desde as saias e vestidos, até os cabelos que ganharam o corte Chanel. A repaginação no visual feminino refletia a transição social expressada através de novos penteados e adereços que marcaram aquela época. Em suma, eram penteados comportados e românticos, mas muito relevantes para a época.

Ondulado definido e marcado

Os visuais inspirados na década de 1920 podem ser usados em várias ocasiões como casamentos e festas temáticas, e não precisam ser tão rigorosamente arrumados como antigamente. A principal característica da produção são as ondas intensamente marcadas para garantir um resultado glamouroso e discreto. O look ondulado improvisado era adotado principalmente em cabelos curtos ou com um corte Chanel, rente à raiz, com ondas na franja também rente ao rosto. Esse modelo era usado principalmente pelas dançarinas dos cabarés da época.

Já para as mulheres de cabelos longos que desejam investir nesse estilo, a ordem é valorizar as ondas marcadas no topo da cabeça em vez do comprimento ou das pontas. Para reproduzí-las em casa, vale aplicar um pouco de mousse fixador nos fios e depois fazer cachos com o babyliss rente à raiz. Para auxiliar no ondulado marcado, use dois ou três grampos presos na horizontal.

Chanel: o corte que nunca sai de moda

Com estilo tradicional, o corte médio na altura das bochechas foi eternizado pela estilista da grife Chanel. Pode ser variado com franja reta, lateral ou sem franja. O corte reto, feito logo acima da sobrancelha ou sobre ela, é indicado principalmente para quem tem rosto oval comprido. Quem deseja usar uma franja reta deve lembrar que o retoque precisa ser feito a cada 15 dias, pois ela perde a forma rapidamente. Essa opção de franja deixa o rosto em evidência e dá um aspecto jovial ao look.

O estilo criado nos anos 1920 ganhou uma versão atualizada. O corte aparece "desconstruído", mais bagunçadinho e tem feito sucesso entre as famosas nacionais como a "it girl" da novela global Sangue Bom, Sophie Charlotte, e as atrizes Carol Castro, Isabelle Drummond e Deborah Secco. Já no cenário internacional, a modelo Karlie Kloss tem se destacado como ícone para o novo corte chanel. Outras tops como Aline Weber, Arizona Muse e Isabel Hickmann e as atrizes Naomi Watts e Leighton Meester também apostaram na tendência.

Coques "cabaret"

Os penteados em coque bem preparados, arrumados e rentes à raiz ganharam o nome de "penteado cabaret" e são a aposta da maioria das atrizes internacionais em tapetes vermelhos pelo mundo afora.

A risca lateral ou dividida ao meio usada com ondas é um clássico feminino, sem volume e absolutamente deslumbrante. O penteado não é restrito a eventos muito formais. Vale apostar até em uma entrevista de trabalho, pois passa a ideia de disciplina.

Temas relacionados
Retoque de raiz:

Descubra qual é a sua cor de Magic Retouch!

últimas matérias

Ver mais