Beleza Extraordinária

Andrógino: visual moderno vira tendência e conquista fãs

  • Andrej Pejic, sérvio de 21 anos, tem traços extremamente delicados e desfila para coleções masculinas e femininas
  • O visual andrógino moderniza o cabelo curto, que ganhou camadas, repicados e movimento
  • No Brasil, é expressão da geração hippie, com homens de cabelos longos parecido com o estilo usado pelas mulheres na época
  • Ziggy Stardust, o alter ego dde david Bowie,  uma figura andrógina e abusava do visual ousado para 1972
  •  Boy George trouxe de volta o estilo nos anos 1980, com muita maquiagem e longos cabelos trançados
  •  Janelle Monáe inseriu a androginia em seu visual, com o topete longo combinando com seus termos e smokings de corte masculino
  •  Pink é outra cantora que investe no cabelo de corte arrepiado
  •  Tilda Swinton é a representante do androginismo em Hollywood e investe no visual masculino no dia a dia
Tela cheia
Previous Next
Andrej Pejic, sérvio de 21 anos, tem traços extremamente delicados e desfila para coleções masculinas e femininas
  • Andrej Pejic, sérvio de 21 anos, tem traços extremamente delicados e desfila para coleções masculinas e femininas
  • O visual andrógino moderniza o cabelo curto, que ganhou camadas, repicados e movimento
  • No Brasil, é expressão da geração hippie, com homens de cabelos longos parecido com o estilo usado pelas mulheres na época
  • Ziggy Stardust, o alter ego dde david Bowie,  uma figura andrógina e abusava do visual ousado para 1972
  •  Boy George trouxe de volta o estilo nos anos 1980, com muita maquiagem e longos cabelos trançados
  •  Janelle Monáe inseriu a androginia em seu visual, com o topete longo combinando com seus termos e smokings de corte masculino
  •  Pink é outra cantora que investe no cabelo de corte arrepiado
  •  Tilda Swinton é a representante do androginismo em Hollywood e investe no visual masculino no dia a dia

Em busca de um visual ousado e super atual? Talvez seja a hora de experimentar o visual andrógino, que une pitadas de masculino e feminino em looks que já viraram tendência depois de ganhar looks dos famosos e versões mais abusadas nas passarelas, como no desfile da Givenchy na semana de moda em Paris .

O visual andrógino moderniza o cabelo curto por meio de camadas, repicados e geralmente dá a impressão de movimento. Além dos curtos, alguns homens voltaram a investir nos cabelos longos como Andrej Pejic, um dos modelos mais badalados do momento. O sérvio de 21 anos tem traços extremamente delicados e desfila tanto para coleções masculinas, quanto femininas. Agyness Deyn é outra top de sucesso que adotou o visual andrógino com cabelos curtos e repicados.

No Brasil, a androginia foi hippie: homens e mulheres de cabelos longos

Aparecendo com força em alguns grupos sociais desde os anos 1920, quando as mulheres começaram a cortar os longos cabelos e foram em busca de empregos, o estilo unissex só chegou ao Brasil cerca cinquenta anos depois. Durante a década de 1970, as roupas se tornaram parte da expressão da geração hippie, que usava os mesmos jeans, camisetas e bandanas. Os cortes de cabelo também seguiam a tendência, com homens de cabelos longos, parecido com os das mulheres.

No mesmo período, apareceu David Bowie com Ziggy Stardust, seu "alter ego" criado para "The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars". O personagem, um alienígena que vem à Terra com o intuito de transmitir uma mensagem de esperança nos últimos cinco anos de existência do planeta, tinha uma figura andrógina e abusava do visual ousado mesmo para 1972.

Os famosos andróginos

Anos depois, Boy George trouxe de volta o estilo, com muita maquiagem e longos cabelos trançados. O estilo andrógino inspirou músicos atuais como Lady Gaga, que assumiu sua personalidade masculina, Jo Calderone, em clipe e aparições públicas.

Janelle Monáe inseriu a androginia em seu visual, com o topete longo combinando com seus ternos e smokings de corte masculino - e etiqueta feminina; quase todos Chanel. Pink é outra cantora que investe no cabelo de corte arrepiado com penteados como o moicano, para variar nos looks do tapete vermelho.

Feminino e masculino separados por alguns cachos

Tilda Swinton é a principal representante atual da androginia em Hollywood e investe no visual masculino no dia a dia. A atriz é a nova inspiração de Karl Lagerfeld e estrela a próxima campanha da coleção "Métiers d'Art Paris-Edimburg" da grife francesa. Tilda brinca bastante com silhuetas tipicamente masculinas em looks que também trazem uma pitada de futurismo. Um de seus estilistas favoritos é o colombiano radicado na França Haider Ackermann.

A britânica já adotou madeixas curtas há quase uma década e, com o corte andrógino, passou a usar looks mais polidos. Foi na capa da revista "Candy", voltada ao público crossdresser, que Tilda mais surpreendeu recentemente. Com uma peruca de fios longos e cacheados, Tilda Swinton adotou um look bem mais feminino que os que costuma mostrar nos tapetes vermelhos.

Temas relacionados
Cabelos danificados têm solução?

Descubra qual é o melhor shampoo para esse problema

últimas matérias

Ver mais