Beleza Extraordinária

Alimentos ricos em vitamina D: saiba como incluir na dieta para melhorar a aparência e proteção da pele

  • O leite é uma das fontes de vitamina D que podem ser inseridos na dieta sem medo! Quer saber quais são as outras opções de alimentos? Confira na matéria! (Foto: Shutterstock)
  • O aspecto saudável da pele pode beneficiar em muito de uma alimentação rica em vitamina D (Foto: Shutterstock)
  • A vitamina D ajuda retardar o envelhecimento da pele e a melhorar o seu viço e tonicidade (Foto: Shutterstock)
Tela cheia
Previous Next
O leite é uma das fontes de vitamina D que podem ser inseridos na dieta sem medo! Quer saber quais são as outras opções de alimentos? Confira na matéria! (Foto: Shutterstock)
  • O leite é uma das fontes de vitamina D que podem ser inseridos na dieta sem medo! Quer saber quais são as outras opções de alimentos? Confira na matéria! (Foto: Shutterstock)
  • O aspecto saudável da pele pode beneficiar em muito de uma alimentação rica em vitamina D (Foto: Shutterstock)
  • A vitamina D ajuda retardar o envelhecimento da pele e a melhorar o seu viço e tonicidade (Foto: Shutterstock)

Produzida pelo próprio organismo quando exposto ao sol, a vitamina D é indispensável para a saúde dos ossos e também da pele. Com a ajuda deste hormônio lipossolúvel, o organismo é estimulado não só a absorver o cálcio dos alimentos, mas também a fortalecer a barreira cutânea e melhorar a textura da derme - ajudando, inclusive, a evitar o envelhecimento precoce. 

Mas ainda que a produção interna dessa substância aconteça no corpo, existem outras maneiras de obter o nutriente, como por meio de uma dieta rica em alimentos com a vitamina D. Você sabe quais são e onde encontrá-los? Confira algumas opções!

1. Leite e seus derivados

Um dos primeiros alimentos associados à vitamina D é o leite que, na versão reduzida em gorduras, pode ser uma boa fonte diária do nutriente. Além dele, seus derivados como o queijo e a manteiga também são aliados para aumentar a concentração do hormônio no organismo e, assim melhorar o funcionamento do corpo.

Como inserir na dieta: é importante reforçar que a cautela também deve ser levada em conta, por isso, nada de exageros. Aposte em queijos brancos, leites desnatados e manteiga com moderação nas refeições mais leves como o café da manhã e o lanche da tarde, por exemplo.

2. Peixes

Para se prevenir da diabetes, problemas nos ossos e até mesmo o câncer, investir no consumo de vitamina D por meio de peixes como o salmão e a sardinha também é uma opção válida. Além deles, o atum enlatado também tem uma alta concentração do hormônio e, por isso, consegue ser uma alternativa ainda mais eficiente, apesar de um pouco mais gordurosa por conta do óleo da conserva.

Como inserir na dieta: peixes são bons acompanhamentos no almoço e jantar, substituindo a carne ou o frango. Além de vitamina D, eles também são fonte de ômega 3, tipo de ácido graxo super importante para a saúde cardiovascular e para melhorar a firmeza e viço da pele.

3. Ovo

Apesar de ser um alimento comum e bem simples, o ovo também entra na lista de alternativas alimentares que inserem mais do nutriente na dieta de forma satisfatória - e a concentração da vitamina D, por sinal, está principalmente na gema. A parte amarelinha tem um papel crucial!

Como inserir na dieta: a vantagem desse alimento é que, por ser versátil, pode ser agregado tanto ao café da manhã com o clássico ovo mexido, ou no almoço e jantar em diversas versões, acompanhando pratos com saladas, por exemplo. 

4. Bife de fígado e fígado de galinha

Ainda que não sejam tão bem aceitos pelo paladar da maioria, vale dar uma chance: o fígado do boi e da galinha são alimentos ricos em vitamina D e podem fazer parte de refeições gostosas e saudáveis - tudo depende da forma como são preparados. Além de fontes desse nutriente, eles também têm alta concentração de ferro, dando benefícios em dobro ao organismo.

Como inserir na dieta: os dois tipos de fígado podem ser grelhados ou cozidos para fazer parte das refeições principais do dia, no jantar e no almoço, substituindo - assim como o peixe - a carne comum.

5. Cogumelos

Os cogumelos, ao serem expostos ao sol durante sua produção, acabam se tornando ainda mais enriquecidos pela vitamina D e, consequentemente, fornecendo mais desse hormônio para quem os consome. Assim, é válido investir nesse item, principalmente do tipo funghi, para ter acesso aos benefícios do nutriente para pele, ossos e corpo.

Como inserir na dieta: cogumelos costumam ser bem aproveitados em pratos como risotos, molhos e outras opções ideais para um almoço bem elaborado ou jantar bem apetitoso e saudável.

ver mais : Dicas de beleza - Pele
Temas relacionados
Canal de L'Oréal Paris

10 vídeos para você assistir enquanto espera a hidratação