Beleza Extraordinária

Acne e espinhas: saiba porque não se deve espremer

  • Entenda porque não deve espremer as suas espinhas e saiba como tratar o problema da acne
Tela cheia
Previous Next
Entenda porque não deve espremer as suas espinhas e saiba como tratar o problema da acne

Quando surge aquela espinha incômoda, o primeiro impulso da maioria das mulheres é correr para o espelho para espremê-la. Embora muitas saibam que o hábito é errado, grande parte não faz ideia dos motivos nem dos problemas que ele pode trazer para a saúde da pele, e acaba caindo no erro do mesmo jeito. Confira as razões pelas quais não deve espremer a acne sozinha e saiba como eliminar o problema de modo eficaz!

Espremer espinhas pode agravar a inflamação da pele

Ao espremer uma espinha ou cravo sem os cuidados adequados, quase sempre a inflamação da região aumenta, especialmente se a pele não estiver limpa e os dedos não forem protegidos. Isto porque mesmo depois de lavar as mãos, algumas bactérias podem ficar armazenadas embaixo das unhas e acabar em contato com a lesão, também contribuindo para o aumento da inflamação. Existem várias técnicas para a remoção de comedões, mas todas elas devem ser postas em prática por um profissional especializado, em um centro de estética. 

Manipular a acne pode causar manchas escuras e marcas permanentes 

Além de deixar a região dolorida e inflamada, espremer as espinhas também pode deixar manchas escuras na pele, que podem permanecer por anos na região, já que a maioria dos tratamentos anti-manchas demoram bastante para eliminar por completo a sua aparência. Um outro tipo de marca deixado pelo hábito de espremer as espinhas são as cicatrizes com relevo, que podem ser hipertróficas ou hipotróficas. Geralmente, estes "sulcos" são permanentes, podendo apenas ser eliminados através de tratamentos como peelings ácidos e soluções tópicas de esteróides.

Rotina de limpeza e hidratação adequada é chave para evitar o aparecimento de espinhas

Ao invés de manipular as espinhas e cravos, o ideal mesmo é evitar o seu aparecimento - e para casos de acne menos intensas, o segredo é criar uma rotina de limpeza eficaz. Além de limpar o rosto de manhã e à noite com um produto específico para peles oleosas e acneicas, vale sempre usar um tônico adstringente e fazer uma esfoliação leve a cada dois dias. A hidratação também é muito importante e para evitar aumentar os níveis de oleosidade, a dica é usar uma fórmula bem leve, de preferência da mesma linha do produto escolhido para a limpeza.

Temas relacionados
Canal de L'Oréal Paris

10 vídeos para você assistir enquanto espera a hidratação