Beleza Extraordinária

A volta da mousse: para que serve e como acertar na aplicação desse ícone dos anos 1980

  • Queridinha nos anos 1980, a mousse voltou com tudo para trazer volume e definição aos cabelos
Tela cheia
Previous Next
Queridinha nos anos 1980, a mousse voltou com tudo para trazer volume e definição aos cabelos
O colorido do color blocking abriu caminho para uma outra estrela dos anos 1980 voltar à tona: a mousse. Com status de item obrigatório na época, a espuma era a aliada mais poderosa na hora de criar o look extravagante da década, que incluía topetes, franjas armadas, super volume e cabelos embaraçados de propósito. Ela não chegou a sumir de vez das prateleiras, mas caiu no esquecimento quando os fios exagerados dos anos 1980 deram lugar ao minimalismo da década de 1990.

Com o fim da ditadura do liso "escorrido", abriu-se espaço para os cabelos cacheados e volumosos e o produto voltou a ser usado com frequência. Apesar disso, o visual da vez não tem nada a ver com o que Cindy Lauper e Madonna exibiam antigamente: agora as madeixas aproveitam os poderes da mousse para criar looks glamourosos ou despojados na medida certa, cheios de volume e definição.

Mil e uma utilidades

Famosa por trazer volume, a mousse também faz o caminho contrário e ajuda a domar os fios quando aplicada de uma forma diferente. Outra função-chave é o auxílio na hora de modelar os cabelos, já que a espuma é responsável por dar textura encorpada aos fios, engrossando principalmente os mais ralos e dando forma às madeixas. O produto também protege contra o frizz e ajuda a fixar os penteados, o que resulta em cabelo intacto até o fim da noite.

A praticidade é outro fator que faz com que o cosmético seja ideal para as mulheres modernas. Como não há muito segredo na hora de passar e os cabelos ganham outra vida imediatamente, o produto é aliado nos dias de correria.

Acerte na aplicação

Seja para criar o "efeito wet" ou para ajudar a modelar uma super escova, a mousse precisa ser passada nos fios ainda úmidos - assim a absorção será completa. Para adicionar volume, é preciso aplicar o produto na parte interna da raiz e secar levantando a área com a escova ou com a cabeça para baixo. Já quem deseja domar os cabelos pode aplicar o produto penteando com os dedos para baixo e deixar secar naturalmente.

As donas de cabelos cacheados precisam amassar bastante os fios depois de espalhar a espuma e podem contar com a ajuda de um difusor na hora de secar. Para um "efeito praiano", vale trançar os cabelos após aplicar o produto e soltar depois de trinta minutos: separe um pouco com os dedos e as ondas estarão despojadas e definidas.

A quantidade certa varia de acordo com o tamanho do cabelo. Para madeixas curtas, uma bola do tamanho de um limão já é o bastante, mas em cabelos maiores a quantia deve ser equivalente ao tamanho de uma laranja: se for necessário, dobre a quantidade para aumentar a fixação.

Uma nova safra de produtos

As mousses disponíveis nas prateleiras de hoje em dia em nada lembram aquelas cheias de álcool que ressecavam os cabelos e deixavam um aspecto duro no cabelos. A tecnologia foi responsável por "modernizar" o produto, que agora, ao invés de danificar, tem propriedades que ajudam a tratar os fios e conferem a eles balanço e brilho.

Temas relacionados
Skincare:

Como usar argila no rosto? Veja para que serve cada máscara facial

últimas matérias

Ver mais