Beleza Extraordinária

5 mitos e verdades sobre acne solar: o sol ajuda a secar espinhas? Protetor solar aumenta oleosidade? Descubra!

  • A acne solar é causada pela exposição exagerada ao sol: descubra vários mitos e verdades sobre o problema (Foto: Shutterstock)
  • O protetor solar é indispensável para combater o aparecimento da acne solar (Foto: Shutterstock)
  • Uma rotina de limpeza e hidratação adequadas é essencial para combater o problema da acne (Foto: Shutterstock)
Tela cheia
Previous Next
A acne solar é causada pela exposição exagerada ao sol: descubra vários mitos e verdades sobre o problema (Foto: Shutterstock)
  • A acne solar é causada pela exposição exagerada ao sol: descubra vários mitos e verdades sobre o problema (Foto: Shutterstock)
  • O protetor solar é indispensável para combater o aparecimento da acne solar (Foto: Shutterstock)
  • Uma rotina de limpeza e hidratação adequadas é essencial para combater o problema da acne (Foto: Shutterstock)

Você já ouviu falar em acne solar? Além de ser o principal responsável pelo envelhecimento precoce da pele, o sol ainda pode piorar o problema das espinhas! Mesmo com uma rotina de cuidados regrada, muitas vezes estas imperfeições insistem em aparecer, e a exposição aos raios ultravioleta pode ser responsável pelo problema. Confira alguns mitos e verdades sobre o assunto e esclareça todas as suas dúvidas!

1. Ficar ao sol ajuda a secar as espinhas: mito

Ainda existe a concepção de que o sol, por retirar a umidade da pele e a deixar bem ressecada, também ajuda a secar as espinhas - o que não passa de um mito! Embora, à primeira vista, possa parecer que os raios UV ajudam no tratamento da acne, eles fazem precisamente o contrário: aumentam a produção de oleosidade e diminuem as defesas da pele. Assim, surge a acne solar, que nada mais é do que as espinhas que surgem por causa da exposição ao sol. 

Além disso, o sol também pode piorar as cicatrizes das espinhas que já estão secas, deixando manchas e marcas bem difíceis de eliminar

2. Quem tem pele clara tem mais propensão ao aparecimento da acne solar: verdade

Na verdade, ninguém deve se expor ao sol por períodos longos e sem protetor solar, mas quem tem pele clara fica sempre mais suscetível aos danos causados pelos raios ultravioleta. E a acne solar não é exceção: as mais clarinhas podem desenvolver queimaduras solares mais rapidamente e com mais frequência, e é esse distúrbio da pele que faz com que o excesso de oleosidade seja produzido. No entanto, todos os tons de pele podem desenvolver o problema.

3. O protetor solar deixa a pele mais oleosa, obstrui os poros e causa a acne solar: mito

O que não falta por aí são desculpas para não usar o protetor solar - e nenhuma delas é válida! O produto é indispensável na rotina e com certeza não piora o problema da oleosidade, muito menos obstrui os poros: a dica é saber escolher a melhor fórmula para o seu tipo de pele. Hoje em dia, existem vários filtros que são livres de óleo e possuem toque-seco, além dos que prometem controlar o aparecimento das espinhas com ação anti-acne. 

4. A acne solar e a comum têm a mesma origem: mito

A origem é, na verdade, a única diferença entre a acne solar e a acne comum: enquanto a segunda é causada por fatores internos, a primeira aparece por conta da exposição desmedida ao sol. Fora isso, o problema é o mesmo: espinhas inflamadas ou com pus, que aparecem geralmente nas regiões da testa, queixo, nariz, peito e costas.

5. O tratamento da acne solar é o mesmo da acne comum: verdade

O tratamento para os dois tipos de acne é o mesmo: além de uma rotina de limpeza adequada e regrada, com produtos suaves e não muito adstringentes, um hidratante à base de água e um produto de ação secativa e localizada para combater as espinhas mais teimosas, é importante nunca esquecer o protetor solar antes de sair de casa - e lembrar de o reaplicar ao longo do dia.

Temas relacionados
Cabelos danificados têm solução?

Descubra qual é o melhor shampoo para esse problema

últimas matérias

Ver mais