Beleza Extraordinária

10 dúvidas sobre espinhas respondidas! Saiba tudo sobre a acne e aprenda a lidar com o problema

  • Tire suas principais dúvidas sobre acne com a ajuda da matéria! (Foto: Instagram @musesuniform)
  • Descubra como cuidar da pele acneica com os cuidados certos na rotina de beleza (Foto: Instagram @kaarls_gr)
  • Os cuidados na limpeza diária da pele são fundamentais para quem sofre com cravos e espinhas (Foto: Instagram @sammmyrobinson)
Tela cheia
Previous Next
Tire suas principais dúvidas sobre acne com a ajuda da matéria! (Foto: Instagram @musesuniform)
  • Tire suas principais dúvidas sobre acne com a ajuda da matéria! (Foto: Instagram @musesuniform)
  • Descubra como cuidar da pele acneica com os cuidados certos na rotina de beleza (Foto: Instagram @kaarls_gr)
  • Os cuidados na limpeza diária da pele são fundamentais para quem sofre com cravos e espinhas (Foto: Instagram @sammmyrobinson)

Um problema pra lá de comum na adolescência (e até na vida adulta), a acne é aquele tipo de assunto sempre rodeado de muitas dúvidas e mitos - mas chegou a hora de desvendar a verdade sobre as espinhas de uma vez por todas! 

Quer saber tudo sobre causas e sintomas da acne? Então confira abaixo as respostas para as 10 principais perguntas que a gente sempre quis fazer no consultório e aprenda tudo sobre os cuidados com a pele acneica!

Dúvida #1: como surgem as espinhas?

De maneira geral e simples, a acne comum surge quando o folículo capilar fica obstruído por células mortas, bactérias e sebo. O poro não consegue eliminar as impurezas sozinho e, então, as paredes dessa cavidade se inflamam causando as espinhas. 

Dúvida #2: o que causa espinhas no rosto?

Por trás da forma como elas surgem, vale lembrar que existem alguns agentes causadores ou agravantes da acne. Entre eles, os principais são:

- Alimentação gordurosa: costuma influenciar, ainda que não exista um consenso entre os especialistas.  Segundo a lógica, comidas ricas em açúcar, leite e gordura - como frituras, chocolate e outras comidas difíceis de resistir - podem desencadear espinhas indesejadas;

- Alteração hormonal: nossos hormônios atuam na produção de sebo do corpo! Se os níveis hormonais estiverem desregulados (o que é beeem comum na puberdade, gravidez e período menstrual), os níveis de óleo na pele também sofrem alteração.

- Estresse: o nervosismo pode prejudicar e muito o quadro de acne, e o motivo é porque ao ficarmos estressados, o hormônio chamado cortisol é estimulado e, então, a produção de óleo nas glândulas sebáceas também é ativada. 

- Falta de cuidado com a pele: esse fator é de longe um dos maiores vilões! Quando não se cria uma rotina de limpeza diária, esfoliação e estimulação da pele, a obstrução dos poros pode persistir e a inflamação nunca cessa - por isso, dar uma ajudinha na auto-limpeza dos poros é fundamental.

Dúvida #3: lavar o rosto várias vezes por dia ajuda a controlar a acne?

Cuidar da pele diariamente não significa lavar o rosto muitas vezes no mesmo dia, viu? Esse hábito, em vez de ajudar, pode acabar provocando o "efeito rebote" - que é quando a pele tenta compensar a perda de oleosidade com as lavagens excessivas produzindo ainda mais óleo nas glândulas sebáceas. 

Dica: para manter tudo bem equilibrado, o ideal é lavar o rosto de 2 a 3 vezes por dia, usando um sabonete facial próprio para o seu tipo de pele. E para criar a rotina perfeita, vale consultar o dermatologista!

Dúvida #4: espremer espinha faz mal?

Pode ser bastante tentador, mas não vale o risco: espremer espinhas inflamadas pode piorar ainda mais a inflamação já existente e, de quebra, abrir portas para que as bactérias presentes na região aumentem - o que também pode ocasionar novas espinhas! Melhor não arriscar, né? 

Dúvida #5: pele oleosa precisa de hidratante?

A hidratação é extremamente necessária para o aspecto saudável em todos os tipos de pele - e isso nada tem a ver com o nível de oleosidade do rosto. Peles oleosas precisam, sim, de hidratante, mas para elas vale escolher um tipo de fórmula leve e sem óleos na composição. Vale reforçar que o uso desse produto é diário, viu?

Dúvida #6: como fechar os poros dilatados? 

Além das técnicas mais avançadas como luz pulsada, é possível partir para os cuidados caseiros e conseguir resultados incríveis! Gelo, máscara facial de argila e protetor solar são alguns dos aliados que ajudam a diminuir os "buraquinhos" na pele e melhorar a aparência do rosto. Quer ver só? Clique aqui e aprenda!

Dúvida #7: pele com acne pode usar maquiagem?

Pode ficar tranquila que a make não está proibida, mas é preciso tomar alguns cuidados. O ideal é apostar no protetor solar com cor e ação anti-acne no dia a dia, e para outras maquiagens mais elaboradas, procurar por produtos de make próprios para pele acneica. 

Dúvida #8: a acne some depois da adolescência?

Não necessariamente, mas isso não quer dizer que as espinhas sejam causadas pelo mesmo motivo na fase adulta. Quando os hormônios da puberdade não são mais os culpados, é importante dar atenção aos outros fatores listados, como a alimentação, cuidado com a pele e até mesmo exposição solar.

Dúvida #9: o sol melhora as espinhas?

Depende! A exposição solar que ajuda no processo inflamatório deve ser controlada, feita durante apenas alguns minutos e com o protetor solar adequado para o seu tipo de pele.

Mas cuidado: de todo jeito, é bom reforçar que caso você fique muitas horas ao sol sem qualquer proteção, o calor poderá ativar as glândulas sebáceas e aumentar a acne na pele!

Dúvida #10: manchas de acne não saem?

O processo de cicatrização é diferente para os tipos de acne, por isso, existem diferentes tratamentos para as manchinhas deixadas na pele. Nos casos mais brandos, máscaras de argila podem ajudar, já nos casos médios e avançados, o peeling facial costuma ser uma boa alternativa. Só que pode decidir a melhor abordagem é o especialista!

Redação: Raquel Carletto

Temas relacionados
Óleo + Creme de pentear

Descubra os benefícios da misturinha