Beleza Extraordinária

10 dilemas que só quem tem franja entende

  • Confira os dez dilemas que toda a mulher com franja sempre passa!
Tela cheia
Previous Next
Confira os dez dilemas que toda a mulher com franja sempre passa!

Quem decide cortar a franja já sabe que vai enfrentar um montão de desafios pela frente, mas quase sempre vale a pena pelo resultado final. Poucos cortes conseguem transformar o look de forma tão radical quanto uma franja e ainda deixar qualquer produção mais moderna, e por isso muitas não resistem e acabam se rendendo à tesoura. Longas, curtinhas, laterais... as variações são inúmeras, mas todas passam pelos mesmos dilemas. Confira 10 realidades que só quem é louca pela sua franja entende!

1. Ter que aparar as pontas a cada três semanas

Se você não é fã de salão de beleza, as franjas podem não ser suas melhores amigas. O maior dilema de quem aposta no corte é ter que triplicar as visitas ao cabeleireiro para aparar as pontas a cada três semanas. Estas mechas crescem super rápido, e para as manter fora dos olhos e bem certinhas, é fundamental retocar com um profissional com alguma frequência - bem mais do que a desejada.

2. Decidir cortar sozinha e se arrepender logo em seguida

E quando não tem paciência para voltar ao salão e se aventura em cortar em casa sozinha? Depois de assistir inúmeros tutoriais, pode ficar com a sensação de que já está preparada para o fazer - afinal são só umas pontinhas, não é verdade? Mesmo quem já tem experiência em cortar a própria franja erra, por isso não o faça! 

3. Ficar num eterno dilema sobre cortar de novo ou deixar crescer

A indecisão é real: deixar crescer ou continuar aparando? Por um lado, os inúmeros cuidados acabam levando qualquer uma à exaustão, mas por outro, a franja deixa o visual tão moderno! O ideal é deixar crescer até um comprimento que não atrapalhe a visão e que não precise de ser constantemente aparado, como os estilos longos e mais ralinhos, abaixo dos olhos.

4. Sempre ter que escovar ou pranchar a franja para que fique no lugar

Deixar a franja secar ao ar livre simplesmente não é uma realidade! Estas mechas têm vida própria e por isso mesmo que não faça nada nos restantes fios, sempre há a necessidade de as arrumar fazendo escova ou chapinha logo depois do banho. Tirando as vezes que precisou retocar "só a franja" nos dias em que não lava o cabelo!

5. Não saber o que fazer enquanto deixa crescer

Outro dilema típico de quem tem franja é aquela fase esquisita enquanto a deixa crescer para que fique do tamanho do cabelo de novo. Acessórios como tiaras, fitas e grampos já não saem de sua nécessaire, e todos os dias procura novos penteados semi-presos para variar o visual e disfarçar estas mechas rebeldes. 

6. Ficar com a testa oleosa 

E quem nunca ficou com a franja grudada na testa? Os fios estimulam a oleosidade na testa, provocando o aparecimento de espinhas e cravos. Além disso, os dias quentes e úmidos são um dos seus piores pesadelos, já que a transpiração ainda agrava o problema. Para não falar da academia!

7. Lavar apenas a franja na pia

Pontas secas e raízes oleosas? O ideal é lavar dia sim dia não. No entanto, quem tem franja sabe que o dia "não" pode ser insuportável, especialmente com o problema da oleosidade na testa. Pode lavar apenas estas mechas na pia, e a sensação de frescor é garantida: quase tão revigorante quanto se tivesse lavado todos os fios!

8. Queimar a testa com a chapinha

Ter que alisar e retocar a franja com chapinha constantemente quase sempre acaba levando a um ou outro deslize com a ferramenta, encostando na pele e acabando por criar uma pequena queimadura. Outras vezes, os fios podem ficar tão quentes que eles mesmos podem queimar a pele! Mesmo que demore um pouco mais, evite configurar a prancha para a temperatura mais alta, e prefira usá-la até 210ºC.

9. Ficar penteando e retocando ao longo do dia

Outra realidade de quem tem franja, especialmente as mais curtas, é que elas simplesmente não ficam no lugar por muito tempo. Por mais tempo que possa perder de manhã a estilizar, alisar e finalizar, o mais provável é que no meio do dia, ela já esteja superrebelde e precise ser retocada, e o arsenal de beleza já tem um lugar marcado na sua mesa de escritório. 

 10. Lutar constantemente contra a divisão natural dos fios

Depois de usar os fios divididos ao meio ou lateralmente durante muito tempo, o cabelo acaba se acostumando, e para quem tem franja, isso significa fios separados nesse lugar específico. Da mesma forma, quem tem um redemoinho no topo da cabeça também acaba por ter que ficar retocando a franja para que fique no lugar.

Temas relacionados
Skincare:

Como usar argila no rosto? Veja para que serve cada máscara facial

últimas matérias

Ver mais