Beleza Extraordinária

Manchas de sol no rosto: você sabe identificá-las?

  • Manchas de melasma,  fitofotodermatite, entre outras causadas pelo sol: descubra a aparência e o tratamento de cada uma delas
Tela cheia
Previous Next
Manchas de melasma, fitofotodermatite, entre outras causadas pelo sol: descubra a aparência e o tratamento de cada uma delas

As manchas de sol no rosto, como melasma e fitofotodermatite, são umas das principais causadoras do envelhecimento precoce da pele. Basta o verão estar pertinho para que as mulheres comecem a se preocupar com elas, apesar de o filtro solar ser indispensável em qualquer estação do ano. O problema é desencadeado através de um processo inflamatório que altera a produção de melanina, mas você sabe como identificá-las e saber se a causa é realmente a radiação solar? A dermatologista Luciana de Abreu explicou as características, como cor, forma e o momento em que surge cada mancha. Entenda!

Aspecto do melasma é marrom acastanhado e surge em várias partes do rosto

O sol moderado faz bem à saúde, mas nunca sem proteção solar. O melasma é o tipo de mancha mais temida entre as mulheres que ficaram expostas à radiação solar durante muito tempo sem se proteger de modo adequado. De acordo com a dermatologista Luciana de Abreu, são pequenas manchinhas marrom acastanhadas que aparecem em várias áreas do rosto, como bochechas, nariz, testa e queixo - que costumam ficar mais expostas. "Também pode ocorrer em outras áreas do corpo expostas ao sol como colo, braços e antebraços. Quando acomete estas outras áreas, possui características semelhantes: manchas marrom claro ou escuro até marrom acinzentado, de contornos irregulares, bilateralmente simétricas", explicou a dermatologista, apontando que o melasma pode aparecer em qualquer tipo ou tom de pele, porém, predominantemente nas peles mais morenas.

Fitofotodermatite começa com queimadura e torna-se esbranquiçada

 

Quem nunca ouviu dizer que não se pode mexer em limão ou laranja no sol? O cuidado é verdadeiro, já que o contato com o ácido cítrico dessas frutas, unido à exposição dos raios solares, podem ocasionar as manchas na pele. "Comumente,  as manchas avermelhadas surgem nas primeiras 24 horas após o contato e podem até surgir bolhas, dependendo do caso e se foi agravado por exposição solar. A aparência das lesões lembram inicialmente uma queimadura, mancha avermelhada de formato irregular associada à ardência ou coceira no local do contato com a substância irritativa", explicou a dermatologista Luciana de Abreu. Após alguns dias ou semanas, as manchas de fitofotodermatite podem regredir ou mudar de cor, tornando-se esbranquiçadas, ou até mesmo em alguns casos, marrons ou escurecidas.  

Manchas senis lembram pequenas sardas marrons pelo corpo

As manchas senis são as que mais indicam que a pele está envelhecendo e traduz o histórico de exposição solar ao longo da vida, mas de acordo com a dermatologista, não existe uma idade certa para começarem a surgir. "Sabemos que os tons de pele mais claros e pessoas que se expuseram ou se expõe intensamente ao sol tem propensão a desenvolverem as melanoses solares mais cedo. Como o dano solar à pele se dá de maneira acumulativa, as manchas senis costumam aparecer em indivíduos mais idosos. Daí, a denominação 'mancha senil'", explicou. Geralmente, elas têm formato arredondado, de coloração marrom a enegrecidas, de tamanhos variados, algumas vezes lembrando 'sardas', só que maiores. "Podem também, com o passar dos anos, tornarem-se mais espessas com superfície áspera e descamativa, e são localizadas em áreas expostas ao sol, como rosto, colo, braços, pernas e costas", alertou a profissional. 

Tratamentos diferem de um tipo de mancha para outro

Apesar de cada tipo de mancha pedir um tratamento diferente, a prevenção é a mesma e unânime entre os profissionais: filtro solar, todos os dias, até mesmo em dias nublados e ambientes fechados - já que a iluminação artificial também incide raios ultravioletas. Para clarear o melasma, por exemplo, a dermatologista explica que usa-se ácidos, como o glicólico e retinóico para clarear, além de peelings. "Os peelings combinados são excelentes agentes terapêuticos que promovem clareamento do melasma com poucas sessões. Porém, como o melasma tem períodos de recidiva e de remissão, deve-se fazer acompanhamento dermatológico para adequar os produtos para cada fase do ano", explicou a especialista.

Já as manchas avermelhadas de fitofotodermatite devem ser acompanhadas prontamente por um dermatologista, que saberá tratar da melhor maneira durante a fase aguda, que é a bolha. "Podem ser usados anti-inflamatórios e clareadores, sendo fundamental a proteção contra a radiação ultravioleta através do uso constante de filtro solar no local da lesão de pele. Além disso, deve ser evitado contato direto com substâncias irritantes", explicou a Dra. Luciana de Abreu.

Já em relação as manchas senis, a dermatologista afirma que o tratamento é somente estético, pois são lesões benignas. Por isso, a dica é investir em lasers, luz intensa pulsada, criocirurgia, cauterização química ou elétrica, além de peelings químicos para suavizar ou eliminar as manchas senis.

vídeos Recomendados
Aprenda como ter cachos definidos e naturais com o babyliss!
  1. Devo passar repelente na pele embaixo da roupa? Tire todas as suas dúvidas sobre o assunto e conheça a melhor alternativa para afastar os mosquitos
    Devo passar repelente na pele embaixo da roupa?...
  2. Multimasking para acabar com espinhas: argila verde, vermelha ou preta? Saiba quais as melhores máscaras para o rosto com acne
    Multimasking para acabar com espinhas: argila...
  3. Rotina de cuidados com a pele para quem tem o dia a dia corrido: o que fazer pela manhã, à noite e no fim de semana
    Rotina de cuidados com a pele para quem tem o...
  4. Quer começar a correr? Confira 8 dicas para aprimorar sua atividade física e não deixar o desânimo bater!
    Quer começar a correr? Confira 8 dicas para...
  5. 5 produtos multiuso que vão facilitar a sua viagem à praia, do BB Cream ao filtro solar
    5 produtos multiuso que vão facilitar a sua...
    5 produtos multiuso que vão facilitar a sua viagem à praia, do BB Cream ao filtro solar

    Para uma viagem à praia, a palavra de ordem...

    Leia mais
  6. Argila para o rosto: saiba como inserir a máscara facial na sua rotina de cuidados com a pele
    Argila para o rosto: saiba como inserir a...

Ver mais

Vídeos
"Esse Brilho é Meu" é a música tema da parceria entre a cantora Iza e Casting Creme Gloss de L'Oréal Paris. Confira mais na matéria! (Foto: Juliana Coutinho)

Ver mais

Temas relacionados
Água micelar:

5 Mitos e verdades sobre o produto para limpeza da pele

últimas matérias

Ver mais