Beleza Extraordinária

6 verdades sobre o momento de transição capilar!

  • Existem certas situações que só quem já passou ou está passando pela transição capilar vai entender. Confira algumas delas!
Tela cheia
Previous Next
Existem certas situações que só quem já passou ou está passando pela transição capilar vai entender. Confira algumas delas!

Se libertar da química e assumir o cabelo natural é uma experiência libertadora, mas engana-se quem pensa que é fácil abandonar os alisamentos e relaxamentos: antes de recuperar e exibir os cachos por aí, é preciso ter muita calma e paciência para sobreviver à transição capilar e lidar com todas as situações que vêm junto com ela. Confira 6 verdades que só quem já passou ou está passando pela transição vai entender e se identificar!

1 - Ter vontade de alisar assim que a raiz começa a destoar do restante do cabelo

Você enjoou da química, pensou bem e decidiu ter seus cachos de volta. Mesmo lendo sobre as dificuldades do período, nada parece te fazer mudar de opinião, e desmarcar o retoque da raiz que estava programado para o fim do mês te deu a certeza de que a decisão é mesmo pra valer. Até que... passam alguns meses e os novos fios começam a se destacar no cabelo! Quem já passou pela transição sabe bem que essa é a hora mais difícil, já que - provavelmente durante anos - usar o produto de alisamento nos novos fios era parte da rotina; mas, se você está justamente nessa fase, calma que nem tudo está perdido: abuse das tiaras, faixas e turbantes para disfarçar esses primeiros centímetros de raiz com estilo. 

2 - Procurar fotos de criança para ter uma ideia de como vai ser o cabelo

Salvo algumas exceções, a maioria que resolve passar pela transição capilar nem sequer lembra da real textura dos fios por fazer alisamento ou relaxamento há muito tempo. Por isso, procurar fotos da infância para tentar ter uma ideia de como será o cabelo ao natural é quase unanimidade entre elas - e não há nada mais gostoso que ir juntando informações para descobrir os cachos aos poucos e se imaginar com o novo look. 

3 - Seguir Instagrans de cacheadas e crespas para reunir inspirações 

Para lidar com esse período difícil sem desistir do objetivo, nada como ver fotos de quem já chegou lá para manter o foco, não é mesmo? Quem passa pela transição capilar leva essa dica bem a sério, tanto que vive em busca de perfis de Instagram com cacheadas e crespas maravilhosas para reunir inspiração e não desanimar. Para tornar a experiência ainda mais proveitosa, a dica é seguir aquelas que têm o seu tipo de cacho para que você já tenha uma ideia de como seus fios vão se comportar quando estiverem ao natural. 

4 - Deixar de sair de casa por não saber como disfarçar as duas texturas

Quando a parte natural começa a ganhar destaque nos cabelos, começa o dilema na hora de arrumar os fios e, consequentemente, as desculpas esfarrapadas para faltar compromissos que pedem uma produção a mais. Usar a chapinha não é uma escolha tão boa quando a ideia é preservar os cachinhos que começaram a aparecer, então ficar dentro de casa parece mesmo a escolha mais segura. Mas já imaginou passar por uma transição longa sem aproveitar nenhuma festa com as amigas? A dica para resolver esse problema sem precisar se esconder do mundo é apostar em penteados, como coques e tranças, ou texturizações para igualar os dois efeitos e, de quebra, ir se acostumando com o volume e os cachos. 

5 - Não parar de mexer naquele cacho definido que apareceu nas madeixas

Acredite: nenhum cachinho será tão amado quanto aquele primeiro que, em geral, aparece próximo à orelha ou na região da nuca, destoando das pontas lisas e meio onduladas do período da transição. Só quem passa pela ansiedade dessa fase sabe a alegria que é olhar no espelho e ver um fio novo e perfeitamente anelado destoando do restante do cabelo e dando uma ideia de como será seu tipo de cacho, então nada de julgar aquela sua amiga que não para de mexer em uma determinada mecha como se esta fosse de ouro - para ela, realmente é. 

6 - Salvar mil ideias de cortes para a hora do big chop

Enquanto algumas partes logo para o big chop - grande corte que retira toda a parte com química -, outras optam por uma transição mais longa até se sentirem preparadas para assumir de vez o cabelo natural. Para essas últimas, buscar inspirações de cortes é a melhor maneira de ganhar coragem para marcar de vez uma hora no salão de cabeleireiro, por isso, tirar prints de cabelos curtos e estilosos é uma tarefa diária enquanto a grande hora não chega. 

vídeos Recomendados
"Esse Brilho é Meu" é a música tema da parceria entre a cantora Iza e Casting Creme Gloss de L'Oréal Paris. Confira mais na matéria! (Foto: Juliana Coutinho)
  1. Medo de frizz nunca mais: saiba como usar os fios arrepiados nos cabelos cacheados e crespos a seu favor na finalização
    Medo de frizz nunca mais: saiba como usar os...
  2. Creme de hidratação: saiba o que precisa encontrar na fórmula para hidratar o cabelo e como achar o ideal para você
    Creme de hidratação: saiba o que precisa...
  3. Cabelo de Raissa Santana: saiba como é a rotina de lavagem, secagem e finalização dos cachos da Miss Brasil 2016
    Cabelo de Raissa Santana: saiba como é a rotina...
  4. Grávidas podem usar spray para cobrir raízes brancas? Descubra!
    Grávidas podem usar spray para cobrir raízes...
    Grávidas podem usar spray para cobrir raízes brancas? Descubra!

    Para as mulheres que estão acostumadas a...

    Leia mais
  5. 7 presentes de Natal que qualquer louca por cabelo vai amar: da nécessaire aos acessórios
    7 presentes de Natal que qualquer louca por...
  6. Loiro platinado masculino: veja como os homens podem investir na tendência de coloração!
    Loiro platinado masculino: veja como os homens...
    Loiro platinado masculino: veja como os homens podem investir na tendência de coloração!

    Para os homens que procuram uma mudança mais...

    Leia mais

Ver mais

Vídeos
"Esse Brilho é Meu" é a música tema da parceria entre a cantora Iza e Casting Creme Gloss de L'Oréal Paris. Confira mais na matéria! (Foto: Juliana Coutinho)

Ver mais

Temas relacionados
Água micelar:

5 Mitos e verdades sobre o produto para limpeza da pele