Beleza Extraordinária

5 hábitos que podem estar deixando seu cabelo mais oleoso do que o normal

  • Descubra alguns hábitos que podem contribuir para aumentar a oleosidade dos fios! (Foto: Instagram @inthefrow)
  • Para evitar o efeito rebote, uma das dicas é lavar os cabelos em dias alternados (Foto: Instagram @maudito)
  • Passar a mão nos cabelos o tempo todo também contribui para o aumento da oleosidade (Foto: Instagram @chrisspy)
Tela cheia
Previous Next
Descubra alguns hábitos que podem contribuir para aumentar a oleosidade dos fios! (Foto: Instagram @inthefrow)
  • Descubra alguns hábitos que podem contribuir para aumentar a oleosidade dos fios! (Foto: Instagram @inthefrow)
  • Para evitar o efeito rebote, uma das dicas é lavar os cabelos em dias alternados (Foto: Instagram @maudito)
  • Passar a mão nos cabelos o tempo todo também contribui para o aumento da oleosidade (Foto: Instagram @chrisspy)

Quem tem cabelo oleoso precisa seguir uma rotina de cuidados específicos para ficar livre do problema. Mas, além dos produtos e tratamentos voltados para esse tipo de fio, você sabia que alguns hábitos do dia a dia também podem contribuir para aumentar esse desagradável aspecto ensebado? Confira 6 erros que você deve evitar para fugir da oleosidade nas madeixas!

1 - Efeito rebote por lavar o cabelo com muita frequência 

Um dos principais cuidados de quem sofre com o excesso de oleosidade é lavar o cabelo constantemente para fugir do aspecto gorduroso. Mas você sabia que isso pode acabar aumentando o problema? É que ao remover a umidade dos fios com frequência, as glândulas sebáceas podem acabar entendendo que o couro cabeludo está precisando de óleo e aumentar ainda mais sua produção.  

Sendo assim, para não sofrer com o efeito rebote, o ideal é lavar as madeixas alternadamente - dia sim, outro não. E também vale deixar o chuveiro com água fria, nem que seja apenas no último enxague, já que a quente contribui para o aumento da produção de sebo. 

2 - Escolha errada de produtos - principalmente o shampoo

O produto que você usa nos cabelos também faz toda a diferença no controle da oleosidade. Os muito hidratantes ou com fórmula rica em óleos, por exemplo, devem ser evitados para que esse efeito não aumente na raiz e no comprimento. Além disso, é ainda mais importante investir em um shampoo de limpeza profunda para remover os resíduos do couro cabeludo e equilibrar a produção de óleo no couro cabeludo. 

3 - Aplicar condicionador, máscara ou leave-in na raiz

O uso de condicionador, máscara ou creme de pentear na raiz não é indicado para nenhum tipo de cabelo - mas, no caso dos oleosos, esse erro é ainda maior! Por causa das moléculas de gordura e da textura mais hidratante, esses produtos aumentam a oleosidade, deixam os fios com um aspecto pesado e ainda pioram o acúmulo de resíduos nas madeixas; isso sem falar no risco de caspas e irritações no couro cabeludo. 

4 - Passar a mão nos fios o tempo todo 

Ficar mexendo no cabelo toda hora pode parecer um hábito inocente, mas só faz piorar o aspecto oleoso de quem já sofre com o problema! Isso acontece porque, além das impurezas do dia a dia, nossas mãos também carregam um pouco de oleosidade - que passam para os fios quando entram em contato com eles. 

Por isso, para evitar o aumento de gordura - e, ainda, o excesso de frizz - tente não passar as mãos nas madeixas o tempo todo. Deixe esse hábito apenas para os momentos em que for desembaraçar os fios ou estiver fazendo algum penteado. 

5 - Não limpar a escova corretamente 

Não adianta lavar os cabelos com a frequência correta se, depois da higienização, você usar uma escova que tem resíduos de produtos antigos e até da oleosidade que já foi removida. Então, fica a dica: procure sempre limpar o objeto antes de usá-lo nos fios! Diariamente, apenas um pouco de água serve, mas vale tirar as impurezas com um pouco de shampoo ao menos uma vez na semana. 

Redação: Nívia Passos

Temas relacionados
Cabelos renovados

Saiba como usar leave-in nos fios