Beleza Extraordinária

4 coisas sobre o 'big chop', o corte que retira a química depois da transição capilar, que você talvez não saiba

  • Vai fazer o big chop? Descubra 4 verdades sobre esse "grande corte" que retira toda a química (Foto: Instagram @olajarel)
  • Se você passar por uma longa transição, o cabelo cacheado ou crespo não vai ficar tão curto depois do big chop - se esse for o seu medo. Basta ter paciência para enfrentar o processo (Foto: Instagram @calicurls)
  • Apostar em cronograma capilar e um bom creme de pentear com óleo de coco é o segredo para deixar o cabelo cacheado ou crespo mais bonito depois do big chop (Foto: Instagram )
Tela cheia
Previous Next
Vai fazer o big chop? Descubra 4 verdades sobre esse "grande corte" que retira toda a química (Foto: Instagram @olajarel)
  • Vai fazer o big chop? Descubra 4 verdades sobre esse "grande corte" que retira toda a química (Foto: Instagram @olajarel)
  • Se você passar por uma longa transição, o cabelo cacheado ou crespo não vai ficar tão curto depois do big chop - se esse for o seu medo. Basta ter paciência para enfrentar o processo (Foto: Instagram @calicurls)
  • Apostar em cronograma capilar e um bom creme de pentear com óleo de coco é o segredo para deixar o cabelo cacheado ou crespo mais bonito depois do big chop (Foto: Instagram )

Quem deseja recuperar o cabelo natural com a transição capilar vai precisar, em algum momento, passar pelo big chop! O "grande corte" é o que vai retirar todas as pontinhas alisadas que deixam os fios com duas texturas.

E para te deixar por dentro desse assunto, listamos 4 coisas que você talvez não saiba sobre essa etapa final da transição capilar. Confira!

1. É você quem decide quanto tempo vai levar sua transição capilar até fazer o big chop

Uma das maiores dúvidas de quem ainda é iniciante no universo da transição capilar é a seguinte: "quando devo fazer o big chop?". Na verdade, não existe uma resposta exata para essa pergunta. É você mesma quem decide quanto tempo deixará o cabelo natural crescendo em contraste com as pontas alisadas e qual o melhor momento para terminar de vez o processo com o "grande corte". 

Para decidir o que fazer, a primeira dica mais importante é avaliar se você está preparada para radicalizar e exibir um cabelo bem curtinho - o que permite que o big chop seja feito logo no primeiro mês de transição - ou se prefere deixar os fios crescendo por mais tempo para que fiquem compridos ao natural. Assim, fica mais fácil descobrir qual é o momento certo para usar a "vitamina T" - apelido carinhoso das cacheadas e crespas para a tesoura. 

2. O cabelo pode ficar com scab hair depois do corte, mas tem tratamento

Por mais que o big chop seja o momento da libertação e aceitação dos cachos, nos primeiros meses, ele pode vir acompanhado de um problema chamado de scab hair. Popularizado pelas gringas, ele nada mais é do que os fios que nascem comprometidos após anos e anos de alisamento ou relaxamento - com textura áspera, sem brilho e falta de definição.

Como ainda não há comprovação científica sobre esses fiozinhos, não se sabe ao certo se ele existe porque o couro cabeludo foi danificado pelos anos de química ou se são apenas resquícios de alisamentos anteriores, como defendem alguns cabeleireiros. Mas, independentemente disso, não é preciso se desesperar ou se arrepender do corte se o scab hair aparecer depois do big chop, ok? Dá para tratar essa textura danificada com uma rotina intensa de cronograma capilar, uso de óleos capilares e lavagem com shampoos menos agressivos. 

3. Cremes de pentear com óleo de coco deixam o cabelo mais hidratado depois do big chop

Mesmo quem passou por uma transição longa e aproveitou todo esse período para ir conhecendo o cabelo pode demorar a se acostumar com os fios quando eles estiverem completamente naturais. Por isso, nessa fase inicial pós-big chop, é muito importante apostar em finalizadores que ajudem a segurar os cachos e garantam uma boa hidratação para que eles fiquem bonitos do início ao fim do dia. 

Uma boa opção - inclusive para quem está lidando com o scab hair - é comprar um creme de pentear com óleo de coco para chamar de seu. Os benefícios desse ingrediente queridinho do momento quase todo mundo já conhece: mais hidratação, nutrição e movimento, menos ressecamento e frizz. E, no caso dos produtos feitos especialmente para cacheadas e crespas, ele ainda ajuda na definição e garante um bom day after - ainda mais se for aplicado nos cabelos com a ajuda da fitagem.

4. É o momento perfeito para você conhecer mais o seu cabelo 

Depois de passar pela transição capilar, é bem provável que você passe um tempo apenas pensando no seu cabelo e no quanto os cachos vão ficar cada vez mais incríveis. Então, já fique sabendo desde já que a fase do big chop vai ser uma das melhores para criar toda a conexão necessária com os seus fios!

Para quem não sabe nada do assunto, pode parecer até exagero, mas só quem enfrentou todo o caminho até a aceitação do natural sabe como é importante olhar para o espelho e amar os fios do jeito que eles são. Por isso, ao invés de perder tempo preocupada com um ressecamento aqui e uma falta de definição ali - ou de ficar contando os dias para que o cabelo cresça logo -, aproveite essa fase de "lua de mel" para conhecer bem cada detalhe dos seus cachos, testar novas finalizações e caprichar nos tratamentos. Agora, é só aproveitar a liberdade e cuidar bastante para que as madeixas fiquem do jeito que você deseja!

Redação: Nívia Passos

Temas relacionados
Cicatri Renov de Elseve

Conheça o leave-in de tratamento queridinho da Grazi